2015/12/30

Notícias do Dia

Apple passou o ano de 2015 a tratar os utilizadores como beta-testers; antivirus AVG abria vulnerabilidades no Chrome que deixavam utilizadores expostos a malware; já temos as nossas habituais recomendações de final de ano para smartphones e também tablets; e o sistema operativo RedStar OS da Coreia do Norte, que mantém os utilizadores sob vigilância constante.

Enquanto aguarda tudo pelo final do ano (e o dia que vamos oferecer o Asus ZenFone 2) hoje temos para vos oferecer um livro Engenharia de Redes Informáticas da FCA, enquanto que para os membros do Clube AadM+ a prenda exclusiva deste mês é um fantástico hoverboard; e já de seguida as notícias do dia.

Google diz adeus às APIs problemáticas do Java da Oracle no próximo Android N 


Parece que o Google se quer libertar, de uma vez por todas, das polémicas em torno da utilização das APIs proprietárias do Java da Oracle, e para o próximo Android N irá recorrer apenas às APIs do OpenJDK, a versão open-source das mesmas.

O Google explica esta aposta na versão open-source como lhe dando mais liberdade para contribuir e melhorar a linguagem, mas não deixa de ser estranho que só ao fim de tantos anos tenha chegado a essa "conclusão". De qualquer forma, é caso para dizer que mais vale tarde do que nunca.


Em vez de banir a Uber São Paulo prefere ganhar com isso



Em vez de banir o serviço como aconteceu no Rio de Janeiro (embora o mesmo continue a operar), São Paulo parece ter uma postura mais aberta e onde também garante que recebe em função do sucesso do serviço: obrigando que empresas como a Uber tenham que comprar "créditos" em função dos quilómetros percorridos.

Para além disso, a cidade também impõe que o serviço implemente a funcionalidade de permitir a partilha de viagens entre utilizadores que sigam para o mesmo destino (algo que a Uber já disponibiliza nalgumas cidades sob a forma do UberPool).


Cirurgião usa o Google Cardboard para visualizar operação que salvou recém-nascida


Realizar uma operação numa criança com apenas 4 meses de idade, com um coração mal-formado e sem o pulmão esquerdo é algo que seria bastante complicado. Mas desta vez a criatividade dos médicos levou a melhor: pegando nas imagens obtidas pelo MRI e convertendo-as para imagens 3D que puderam ser visualizadas em realidade virtual pelo cirurgião que a iria operar, e que assim pode ter uma experiência mais realista daquilo que iria encontrar.

Era o tipo de coisa que se esperaria que pudesse ser feito usado complicado e dispendioso material médico, mas que desta vez foi feito usando os óculos de cartão do Google - demonstrando que por vezes a diferença entre a vida e a morte não está dependente de máquinas de milhões de euros, mas sim da simples boa vontade e desejo de ajudar de algumas pessoas.


Nova Iorque quer regulamentar hoverboards



Os pequenos e populares hoverboards têm tido a vida complicada por não se enquadrarem em nenhuma das classificações de veículos existentes e por isso sendo considerados "veículos eléctricos" equiparados a motociclos, ficando impossibilitados de circular nos passeios. Mas agora Nova Iorque quer repor a justiça e criar regulamentação específica que, eventualmente, poderá vir a permitir que os mesmo venham a poder ser usados nas vias públicas - e talvez começarem a revolucionar os sistemas de transporte pessoais (e até a celebração das missas. ;P)


Curtas do Dia


Resumo da Madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]