2016/04/11

Notícias do Dia

O WebTorrent Desktop deixa fazer streaming de torrents para Chromecast e DLNA; quando os backups na cloud também falham; a SpaceX conseguiu finalmente uma aterragem bem sucedida no mar; revisitamos o piloto automático da Tesla; ouvimos os ringtones do iPhone em versão "metal"; a Volvo "roubou" energia aos carros que passaram numa estrada para carregar o seu jipe plug-in; vimos uma frota de camiões sem condutor a circular nas estradas europeias; e ainda um truque para activar o Night Shift em Low Power Mode no iOS 9.3.1.

Antes de passarmos às notícias do dia, não se esqueçam que ainda vão a tempo de responder à última pergunta do passatempo que te pode valer um dos exemplares do livro Android Studio da FCA que temos para oferecer.

Japão quer que turistas paguem usando impressões digitais



O Japão já recolhe as impressões digitais dos turistas que entram no país, mas prepara-se para levar a utilização das impressões digitais ainda mais longe. A ideia é permitir que os turistas façam o registo nos hotéis e o pagamento nas lojas usando apenas as suas impressões digitais, assim evitando a necessidade de carregarem grandes quantidades de dinheiro e apresentarem o passaporte.

Resta agora clarificar que o governo japonês não irá usar estes dados para saber em que tipo de coisas os turistas andam a gastar dinheiro, ou partilhar esses dados com outras entidades... sabe-se lá para que fins. (Para além de que, no caso de turistas das Filipinas, se calhar já nem será preciso pedir-lhes as impressões digitais. ;P)


Termos de utilização dos Oculus Rift levantam preocupações de privacidade



Os termos de utilização dos Oculus Rift continua a gerar alguma polémica, pois parecem dar porta aberta para que a Oculus (e Facebook) recolha todo o tipo de dados sobre o que os utilizadores fizerem nestes seus mundos virtuais - ao ponto de já levantarem preocupação num senador dos EUA relativamente às garantias de privacidade.

Depois dos cookies e de tentarem saber que sites visitamos, teremos publicidade direccionada em função de como nos mexemos? Parece estar garantido que sim...


Galaxy S7 recebe actualização para melhorar touchscreen



O novo Galaxy S7 é um smartphone excelente, mas é bom ver que a Samsung está atenta a alguns detalhes que deviam ser melhorados. A mais recente actualização vem minimizar o risco de toques acidentais do touchscreen, mais propícios no S7 Edge, devido ao seu ecrã com as bordas curvas.

Para além disso a Samsung adicionou um modo de correcção de formas nas configurações da câmara, que parece estar relacionada com o endireitar de formas "tortas" (potencialmente poderá referir-se à captação de fotos de documentos - mas não é especificado.)


Operadores Brasileiros querem implementar limites de tráfego no acesso à internet



O Brasil atravessa maus momentos, e parece que os pesadelos não acabam. Agora, alguns operadores de telecomunicações estão a colocar um ponto final no acesso ilimitado à internet, aplicando limites de 130 ou 500GB mensais.

Limites que até podem parecer generosos, até se ter em conta que bastará descarregar um ou dois jogos em formato digital para uma Xbox One ou PS4 para facilmente se gastarem 100GB - e que se virem umas horas de séries em 4K no Netflix, serão mais umas dezenas de gigabytes no final do mês.

... Não se pense que cá em Portugal estamos imunes a isto, pois embora os nossos planos sejam anunciados como ilimitados, há operadores que também aplicam limites secretos (que parecem estar na casa dos 500GB) a partir dos quais a velocidade é reduzida drasticamente, praticamente impossibilitando o uso da internet.


Curtas do Dia


Resumo da Madrugada




3 comentários:

  1. Carlos, então já vimos cá vários artigos a contestar o falso ilimitado dos tarifários de acesso à net, mas agora que alguém assumiu a incapacidade de fornecer um serviço ilimitado que corre sobre uma plataforma com limites bem conhecidos, é apelidado de pesadelo?
    Em que ficamos? ;P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que o pessoal quer é que os operadores deixem de gastar milhões em publicidade e melhorem os equipamentos que permite acabar com o congestionamento nas redes e aumentar a velocidade e diminuir o tempo que demora a ir e voltar até onde querem ir. E com a fibra óptica é mesmo uma questão de ir atualizando equipamento que está cada vez melhor! A fibra óptica não tem capacidade ilimitada mas quase tendo em conta os constantes desenvolvimentos e descobertas que permitem optimiza-la. Não é como se as pessoas estivessem a usufruir de um serviço gratuito... eles cobram-se bem.
      Nos EUA uma pessoa com um cargo de relevo numa das grandes operadoras de Internet de lá, disse, a propósito da Internet via rádio, parece-me, que o problema não era técnico, porque se fosse técnico eles podiam limitar a velocidade esporadicamente apenas nos locais que tivessem acima da capacidade... mas a questão é apenas relacionada com o dinheiro $$$ e como é que podem extorquir mais um bocado de dinheiro dos seus clientes actuais para deixar os accionistas contentes.
      Infelizmente este é o tipo de coisa em que o estado tem de legislar, caso contrário as empresas copiam-se umas com as outras (formal "tipo cartel" ou informalmente "eles fazem, a gente também faz") prejudicando os seus clientes em favor dos seus accionistas por uma questão meramente de extorquir mais dinheiro ao cliente... é que os operadores de Internet são em número limitado por toda a parte e todos sempre dizem que não há espaço para mais um :p e quando surgem à mesma, de repente podem todos melhorar as suas ofertas onde antes era impossível... basta ver os USA... com a Google Fiber, apesar da sua fraca presença até mesmo nas áreas onde supostamente está disponível provocou um frenezim de aumento de velocidade e/ ou reduções de preços dos outros concorrentes... nessas áreas... mas que em outras áreas onde operam e a Google Fiber não está presente continuam a praticar o mesmo modelo de negócio do passado e aí nunca há hipótese de melhorar... a menos que a Google Fiber anuncie que vai para esse mercado, e então de repente já conseguem melhorar as suas ofertas :p Estes operadores de Internet são quase todos os mesmo mete-nojo em quase todo o mundo.
      E cá em Portugal é a mesma coisa! As zonas ADSL onde há/ havia muita concorrência as velocidades eram muito superiores e os preços mais baixos... onde não havia/ não há concorrência as velocidades são entre boas e horríveis e os preços péssimos.
      O 3G/ 4G não veio melhorar muito a situação porque mais uma vez só está disponível a sério onde existem ligações por cabo de qualidade, e onde não há boas ligações por cabo tende o serviço a ser pior (ainda que a Vodafone tenda a destacar-se pela positiva no 4G quando tem sinal... mas também tem limites de tráfego de 100 GB mesmo na versão fixa via 4G).

      Eliminar
    2. "O 3G/ 4G não veio melhorar muito a situação porque mais uma vez só está disponível a sério onde existem ligações por cabo de qualidade, e onde não há boas ligações por cabo tende o serviço a ser pior (ainda que a Vodafone tenda a destacar-se pela positiva no 4G quando tem sinal... mas também tem limites de tráfego de 100 GB mesmo na versão fixa via 4G)"

      Não é de todo verdade, aqui no Cu de Judas só havia ADSL da MEO com velocidades de upload dignas dos anos 90 (não estou a gozar nem a exagerar) e felizmente a Vodafone (4G) chegou aqui à terriola o ano passado.
      Quanto aos limites da Vodafone (4G, fixo), ultrapasso regularmente esse limite de 100 Gb que falas e nunca senti um corte na velocidade na minha ligação.

      Eliminar

[pub]