2017/03/09

Notícias do dia

Espreitamos algumas das novidades do Android O; a Google Store já deixa compras em qualquer país; o Lightroom mobile ganha fotos RAW HDR; o Orboot é um globo com realidade aumentada que faz relembrar a magia dos globos de outros tempos; e ainda a estranha situação dos EUA deixarem cair caso contra pedófilo para não revelarem como crackaram a rede Tor.

Antes de passarmos às notícias de hoje, não se esqueçam que o Apps do Android está a celebrar o seu aniversário e tem muitas prendas para dar; que estamos a oferecer livros TypeScript da FCA; e que ainda vão a tempo de participar no fundo de gadgets da Nintendo Switch.


Facebook actualiza servidores e partilha-os com o mundo




Quando as empresas que estão no "topo" da internet mexem na sua infraestrutura, há muita gente interessada em saber aquilo que utilizam. No caso do Facebook, temos direito a uma actualização completa da sua frota de servidores, contando com os servidores convencionais, módulos GPU para computação, e outros módulos essenciais para manter o seu serviço a operar com a máxima eficiência (temos até casos com servidores com um único CPU, que se revelaram mais eficientes para determinadas tarefas, do que a utilização de sistemas multi-CPU.)

Muita informação que fica livremente disponível no Open Compute Project, para quem estiver interessado em replicar, ou simplesmente... espreitar.


Microsoft aposta nos servidores... com ARM



A Intel poderá em breve ser forçada a rever a sua estratégia, que tem dedicado mais atenção e recursos aos servidores e à cloud, do que ao sector dos computadores domésticos e/ou empresariais. Pelo menos, é isso que parece indicar a aposta da Microsoft em servidores com chips ARM e que vem novamente levantar questões sobre se os tempos fáceis da Intel não poderão desaparecer mais depressa do que se  imaginaria.

Embora as áreas de actuação da Intel sejam bastante diversificadas... não deixará de ser preocupante imaginar que a mesma possa ser mais um gigante que esteja prestes a tombar ao longo dos próximos anos. A ver vamos!


Facebook 360 é o portal de acesso aos conteúdos 360°



O interesse do Facebook nos conteúdos VR e 360º não é segredo (ou não tivessem comprado a Oculus) e agora esse interesse centraliza-se na chegada do Facebook 360 - um hub de acesso aos conteúdos a 360º, mas que por agora apenas poderá ser acedido por utilizadores com GearVR.

Dentro do Facebook 360 os utilizadores podem explorar várias secções que permitem descobrir fotos e vídeos a 360º, seguir os criadores de conteúdos favoritos, aceder às fotos e vídeos "gravados", ou ainda ter acesso imediato às fotos e vídeos 360 do próprio utilizador, caso os tenha enviado para o Facebook.


IBM usa átomos individuais para guardar dados



A tentativa de guardar dados digitais em volumes cada vez mais reduzidos já nos tem feito aproximar das barreiras atómicas, e agora a IBM demonstra que é possível usar átomos individuais para guardar informação digital de forma estável.

Embora ainda se estejam a décadas (no melhor caso) de algo assim poder ser utilizado de forma comercial, a perspectiva de usar um único átomo para guardar um bit de informação faz antever a possibilidade de se criarem sistemas capazes de armazenar quantidades astronómicas de informação em volumes muito mais reduzidos que o de qualquer sistema utilizado actualmente.


Nos EUA já há mais pessoas com Netflix do que com DVRs



Sinal dos tempos que já não surpreenderá ninguém: nos EUA já há mais pessoas com Netflix do que com gravadores digitais (o equivalente moderno aos velhos videogravadores de cassetes.)

Por cá o panorama é obviamente diferente, a começar pelo facto de que praticamente qualquer serviço de acesso à internet decente também nos "impinge" o serviço de TV e uma box, o que dificultaria o processo de algo deste tipo ser possível - para não falar nas questões regionais, que fazem com que por cá o catálogo disponível da Netflix seja bastante mais reduzido (mas que felizmente tem vindo a crescer a bom ritmo.)

De resto, imagino que não faltem pessoas como eu, que nem sequer tem os canais sintonizados na TV, e que já tratam o Netflix como forma preferencial para verem o que quer que seja.


Experiência confirma que se podem cultivar batatas em Marte


Em The Martian, o nosso astronauta abandonado em Marte sobreviveu cultivando batatas, e agora há uma experiência que parece demonstrar que efectivamente seria possível cultivar batatas em Marte - embora por agora a experiência esteja a ser feita cá na Terra.

As batatas foram cultivadas num CubeSat que recriar as condições que se teriam no planeta vermelho, e as batatas parecem lidar bem com as condições extremas do clima marciano. E a escolha das batatas não é acidental, para além da sua resistência, são também as que resultam em alimentação com a maior quantidade de calorias por área de cultivo, o que será fundamental para qualquer missão.






Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]