2017/06/29

Notícias do dia

Como evitar o ransomware NotPetya (que afinal destrói os dados dos utilizadores); a Sony volta a fazer discos de vinil; o Echo da Amazon passa a funcionar como intercomunicador; e a Qualcomm revela sensores de impressões digitais para ecrãs que chegarão ao mercado no Verão do próximo ano.

Antes de passarmos às notícias do dia, relembro que o nosso meeting mensal de Junho é já este sábado; que esta semana estamos a oferecer uns micro auriculares Bluetooth com cancelamento de ruído - e que também temos dois exemplares de livros FCA para dar.

Windows 10 vai ter pastas protegidas anti-ransomware


A crescente ameaça do ransomware levou a MS a adicionar mais algumas medidas de protecção ao Windows 10, que na versão de testes já passou a contar com um novo sistema de pastas com acesso controlado.

Activando-se este sistema, o acesso a ficheiros nas pastas protegidas passa a poder ser feito apenas por apps que tenhamos aprovado, o que à partida impedirá que processos maliciosos - como ransomware - os encriptem ou eliminem.


Presidente Francês coloca dois smartphones na foto oficial



O novo presidente Francês, Emmanuel Macron, quer fazer passar uma imagem de modernidade, e para isso parece ter sido o primeiro presidente a incluir na sua foto oficial não um, mas dois smartphones. A única coisa que me apetece dizer-lhe é: bem vindo ao clube - já que há vários anos que ando também com dois smartphones (iPhone e Android) e não me parece que seja assim tão incomum.

... Agora só falta saber se ele os coloca nos bolsos ou se, como eu, lá se resignou a andar com uma bolsa a tiracolo para os levar para todo o lado (a par da carteira, cabos e outras tralhas)... já que continuo sem compreender como é que há gente que consegue andar com tudo isso nos bolsos!


Google Plus celebra 6º aniversário


Lançando com pompa e circunstância e depressa assumindo o foco central de todos os serviços, que a Google - a bem e a mal - ia tentando obrigar todos os seus utilizadores a usar, o Google+ celebra o seu 6º aniversário numa situação já bem diferente.

O Google+ continua a resistir, mesmo depois da Google ter mudado de ideias e já ter desintegrado grande parte dos serviços que a ele tinha associado... sendo que agora a incógnita é mais ao estilo de: "até quando é que a Google irá manter o Google+... antes de se fartar e o atirar para a gaveta dos projectos falhados".

... O mais triste no meio de tudo isto, é que o Google+ em si até é um serviço com capacidades e funcionalidades bem interessantes; e não podemos deixar de pensar em como as coisas poderiam ter sido diferentes se a Google não tivesse tentado que os utilizadores o usassem à força (acabando por ter o efeito oposto).


Canadá também exige que Google elimine resultados a nível mundial

A eliminação de resultados na internet começa a tornar-se preocupante, com cada vez mais países a acharem-se no direito de eliminarem coisas não só no seu território, como também em todo o mundo. Ainda recentemente tivemos o caso de um tribunal austríaco que quer obrigar o Facebook a remover resultados em todo o mundo; agora é o Supremo Tribunal no Canadá que também quer obrigar a Google a eliminar resultados em todo o mundo.

... Quero ver como é que estes governos irão reagir quando for uma Coreia do Norte a fazer as mesmas exigências em relação aos conteúdos que eles considerarem inadequados, ou uma Turquia, ou China, ou outros países que possam ter uma visão mais "limitada" do que se considera aceitável.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]