2009/07/13

Como Funciona o Push no iPhone?

Com muito tempo de atraso - o sistema de notificação Push foi anunciado pela Apple há mais de um ano, sendo depois sucessivamente atrasado - eis que finalmente foi lançado com o OS 3.0 para o iPhone.


O que são as notificações Push?


Em vez de optar pelo método tradicional, que consistiria em permitir que os programas corressem em segundo-plano, situação nada agradável considerando que potencialmente haverá inúmeros programas que necessitariam de estar constantemente activos para receber comunicações - o que teria impacto a nível de performance e autonomia; este sistema de notificações permite que o iPhone esteja "sem fazer nada", mas mesmo assim receber dados sempre que seja necessário.

Ou seja, para quê manter um programa de comunicações sempre em execução, à espera de uma hipotética mensagem que poderá nunca chegar?

Não fará mais sentido chamar o programa unicamente quando recebermos uma mensagem para ele?

Claro que este serviço Push não se destina unicamente a programas de chat, e pode ser usado por qualquer developer que assim o entenda. Actualmente há inúmeros programas que começam a tirar partido destas notificações: desde jogos, a programas de chat, passando por programas de geo-localização que informam os vossos amigos da vossa posição actual.

Tudo isto sem que tenham necessidade de estar a executar esse programas...


As Configurações

Para além de ser possível activar/desactivar as notificações Push, podemos também configurar, caso a caso, que tipo de notificação pretendemos.


Podemos especificar individualmente se queremos que surjam como Alertas (com uma mensagem popup), com ou sem Som (cada App pode ter o seu som diferenciado), ou como "badge" (aparecendo uma indicação no icon da App.)

Isto evita que no caso de uma App como um cliente de email, estejam constantemente a levar com um popup sempre que recebam um novo email, sendo isso indicado unicamente no contador "badge" da Aplicação.
(Mas, sendo configurável, nada vos impede de ajustar isso de acordo com as vossas preferências.)


Os Testes

Uma vez que estas notificações são praticamente instântaneas, nada como fazer uns testes para saber até que ponto funcionam em condições.

Quando estamos ligados à rede GSM (3G ou "2G") as notificações são instântaneas, não havendo nenhum atraso a assinalar desde o momento em que são enviadas.

Mas, outra das vantagens destas push notifications é a de que não dependem da rede celular para serem transmitidas... E se estivermos ligados unicamente por WiFi, sem rede celular?
Para isso, coloquei o iPhone em airplane mode - desligando a parte do "telemóvel" - e usando apenas a rede WiFi.

Com o iPhone em funcionamento, as notificações Push continuam a ser instântaneas.

O único ponto a assinalar é que, caso tenham o iPhone "bloqueado", ou seja... no seu modo normal quando não o estão a usar, após algum tempo ele entra em modo de poupança de energia e não mantém a ligação WiFi permanentemente ligada. Nesse caso, o iPhone apenas verifica as notificações Push a cada 15 minutos. (O que é um compromisso aceitável, para poupar energia.)


Conclusão

Embora haja situações onde as notificações Push não substituam a necessidade de ter um programa a correr em segundo-plano, na maioria dos casos oferecem um compromisso interessante que evita os principais inconvenientes dessa opção: autonomia e desempenho reduzidos.

Com a possibilidade de ajustar caso a caso como desejamos ser notificados em cada App, fica apenas a faltar uma forma de podermos ver um "histórico" das notificações recebidas, para evitar que alguma delas passe despercebida - caso tenhamos recebido várias.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]