2018/04/24

Notícias do dia

Os novos Xiaomi Mi 6X / A2 vêm com Snapdragon 660 e começam nos €230; o ZenFone Max Pro faz frente à Xiaomi na Índia com preço reduzido; fomos a Madrid ver a nova TV laser 4K de 100" da Hisense; a Xiaomi confirma mais smartphones com Android One para o futuro; e ainda vimos um Tesla Model 3 a acelerar até aos 228Km/h numa auto-estrada na Alemanha.

Antes de passarmos às notícias do dia e vos deixar a contar os segundos para o feriado que se segue, relembro que o nosso habitual meeting mensal é já este sábado, e que esta semana temos para oferecer uma micro action cam.

Atlanta já gastou 2.7 milhões de dólares a recuperar de ataque de ransomware





Galaxy S9 com Snapdragon 845 tem bug pode causar reboots

Depois de se ter confirmado que os S9 com Exynos não têm as afinações adequadas, perdendo para a versão com Snapdragon 845, descobre-se que também este último tem alguns bugs que podem causar o reboot do smartphone.



Asus ZenFone Max Pro faz frente à Xiaomi


A Asus parece ter descoberto a fórmula mágica que há muito era pedida: de lançar smartphones a preços atractivos, e o ZenFone Max Pro é mais um exemplo que se vem juntar ao ZenFone 5Z.


Xiaomi Mi 6X / A2 vem com Snapdragon 660 e começa nos €230


A chegada iminente do Xiaomi Mi 6X e Mi A2 - que serão apresentados amanhã - não evita que a muita curiosidade que rodeia estes modelos, e agora fica praticamente confirmado que estes smartphones virão com um Snapdragon 660 e preço a começar nos 230 euros.


Google facilita acesso aos Podcasts


Os podcasts são um formato a que muitos utilizadores ainda continuam alheios, mas a Google espera conseguir conquistar mais alguns facilitando o acesso aos mesmos logo a partir dos resultados da pesquisa.


Ganha uma micro action cam Hawkeye Firefly

Todas as semanas temos gadgets para vos oferecer, e desta vez é uma action cam Hawkeye Firefly Micro.


Xiaomi confirma mais smartphones com Android One

Depois do embaraçoso episódio em que apagou uma sondagem que deu vitória ao Android One, a Xiaomi parece reconhecer o desejo dos clientes e prepara-se para aumentar o número de smartphones com Android One.