2011/04/07

Moldura Digital nos Ecrãs - Patente Apple

Sou o primeiro a admitir que a Apple é uma daquelas empresas que até vai conseguindo inovar (ou pelo menos, consegue concretizar conceitos que os outros deixam ficar no reino das "possibilidades" sem nunca os tornarem realidade, ou práticos de utilizar.)

No entanto, também tenho que admitir que há gente que parece ficar a babar-se toda perante toda e qualquer notícia (ou pseudo-notícias), como é o caso deste: "A Apple espanta-nos com detalhes de um Smart Bezel".

A sério? O que tem isto de tão "espantoso"?

Até posso estar a cometer uma enorme gaffe, e isto vir a ser uma coisa fenomenal mas... Na minha opinião, isto é uma daquelas coisas que não faz mesmo nenhum sentido a não ser para terem mais uma patente no seu gigantesco portfolio.

Que sentido faz ter uns indicadores luminosos da parte de fora do ecrã, para indicar "onde" se deve tocar... quando o mesmo pode simplesmente ser feito usando indicadores visuais no próprio ecrã?
Nem precisam ser indicadores "estáticos" que roubassem espaço de ecrã, mas indicadores sobrepostos em transparência, ou que mudassem de cor, ou de qualquer outra chamassem a atenção para onde se pretende.

Aliás, isto perde ainda mais credibilidade quando se imagina que uma das novidades do próxima iPhone 5 será ter um ecrã "sem bordas", ocupando maior superfície do equipamento (e imagino que isso será uma tendência a seguir - até que no futuro possamos ter um iPad ou iPhone cuja superfície seja integralmente um ecrã), o que "mata" por completo este conceito de coisas à volta do ecrã.

A única coisa onde prevejo que tal sistema poderia ser usado, seria para notificações quando o ecrã está desligado - que é um dos problemas do iPhone e iPad, que não possuem sequer um simples led indicador.
Mas mesmo isso poderia também ser resolvido de forma bem mais moderna, usando um LCD com local dimming, e onde fosse possível acender apenas a parte do ecrã que se desejasse.

Sem comentários:

Enviar um comentário

[pub]
Related Posts with Thumbnails