2015/06/15

Investigadores facilitam o "transplante" de rostos digitais


Já sabemos que hoje em dia dificilmente podemos acreditar em tudo o que vemos, e agora investigadores vêm dar-nos ainda mais motivos para que não o façamos, facilitando o transplante de rostos digitais para outras pessoas - uma técnica que no futuro nos permitirá fazer coisas como escolher os actores que preferirmos para cada filme.

Que tal seria Forrest Gump se em vez de Tom Hanks lá estivesse Kevin Spacey? Ou que tal trocarem Julie Andrews por Jessica Alba na "Música do Coração"? Não faltará muito para que isso seja possível.

A tecnologia para recriar rostos digitais há muito que existe, mas por norma obriga a que se utilizem sistemas complexos de registo de análise facial - normalmente recorrendo à dezenas de pontos marcados na cara dos actores. Agora, investigadores desenvolveram um sistema que simplifica imenso o processo de recriação de rostos digitais 3D , permitindo fazê-lo mesmo tendo por base apenas algumas fotos recolhidas por paparazzis .


Podemos assim, aplicar um rosto digital obtido através de fotos, que replica com bastante precisão aquilo que qualquer outra pessoa disser.

Mesmo sendo perfeitamente perceptível (por agora) que se trata de um rosto digital falso, não nos custa imaginar que seja apenas uma questão de tempo até que os resultados sejam suficientemente convincentes para nos faz duvidar sobre quem é realmente quem! :)


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]