2016/01/10

Câmara voadora Lily já vendeu 60 mil unidades


Em contraste com o mega-falhanço do Zano, a câmara voadora Lily parece estar bem lançada para atingir os altos voos a que se propunha, contando já com 60 mil unidades vendidas e 34 milhões para tornar isso realidade.

Não há qualquer garantia que um projecto seja bem sucedido por ter angariado muitos milhões de dólares, mas no caso desta câmara voadora parece estar tudo bem encaminhado para que tal aconteça.

A proposta da Lily é disponibilizar uma câmara que funcionará de forma praticamente autónoma seguindo o seu dono, que transporta um tracker que também permitirá controlar o tipo de movimento a fazer ou tirar fotos manualmente. A ideia é muito interessante, mas temos a pequena grande questão de que, na altura, se estava a apostar $500 num produto inexistente e que não tinha dado qualquer prova de que conseguiria fazer tudo o que prometia (lançamento e aterragem fácil, à prova de água, etc.)



Mas, parece que a ideia por si só foi suficiente para convencer o milhares de interessados: cerca de 60 mil, e que já permitiram aos seus criadores encaixar 34 milhões de dólares... sem terem entregue ainda uma única unidade. Algo que prometem que irá começar a ser feito em breve, cumprindo com a data de Feveriro que inicialmente tinha anunciada para o início das entregas.

Neste momento, a câmara/drone Lily pode ser pré-comprada no site oficial por um valor de cerca de 800 dólares.

1 comentário:

  1. off-topic podiam fazer um review da gitup git2? dizem quer umas das melhores cameras disponiveis no mercado relação qualidade/preço
    ou um comparativo com as outras...
    desde já obrigado

    ResponderEliminar

[pub]