2016/01/19

Teletexto recuperado de cassetes VHS


O teletexto pode ser uma relíquia dos tempos antigos da TV, mas há quem esteja a recuperar esse pedaço de história a partir das velhas cassetes VHS, num processo que se revela bem mais complicado e moroso do que se poderia supor.

O telexto poderá parecer arcaico nos dias de hoje, mas era uma autêntica maravilha da tecnologia que nos permitia aceder a todo o tipo de informações a partir do televisor. Ainda me lembro de perder horas a percorrer as suas páginas - o que obrigava também a muita paciência, até mais tarde chegarem os televisores com memória que permitiam rapidamente saltar para as páginas mais usadas.

O processo era engenhoso mais simples. A informação destes ecrãs de texto era codificada na parte não visível da transmissão, sendo emitido de forma cíclica, fazendo com que no televisor se tivesse que esperar até que chegasse a página pretendida para ser exibida. O grande problema é que embora esta informação ficasse registada com alguma qualidade num gravador SVHS (Super-VHS), numa gravação VHS normal a sua qualidade era tão reduzida que o tornava praticamente indecifrável...

Foi aí que entrou este projecto de recuperação de teletexto a partir de cassetes VHS e que recorre à simples força bruta. Um computador vai recolhendo toda a informação de todas as páginas, múltiplas vezes ao longo de 15 minutos de vídeo; e depois analisa as múltiplas versões de cada página, para manter os caracteres que são coincidentes (e com maior probabilidade de serem os correctos) e descartar aqueles que não coincidem (e que deverão ser apenas "lixo").



Para todos os nostálgicos que ainda guardam com carinho centenas ou milhares de cassetes VHS, ficam assim a saber que escondido lá pelo meio também estará um retrato da nossa sociedade em formato teletexto.

2 comentários:

[pub]