2016/04/05

iPhone SE custa $160 em peças


Embora se saiba que o custo de um produto é bem mais que a soma das suas peças, não deixa de ser interessante ver quanto é que custa fabricar um iPhone; e no caso do "económico" iPhone SE, esse valor continua a permitir ter uma generosa margem de lucro.

Sempre que sai um iPhone novo os analistas apressam-se a fazer as contas ao seu custo de fabrico para estimarem a margem de lucro da Apple, e no caso do iPhone SE esse custo é de $160 para a versão de 16GB e de $170 para a versão de 64GB - modelos que nos EUA são vendidos por $399 e $499 respectivamente (e que em Portugal se traduzem em €499 e €599).

A Apple beneficia do facto de muitos dos componentes partilhados com o antigo iPhone 5S terem agora um custo bastante mais reduzido do que tinham na altura (o ecrã, por exemplo, custa agora metade do que custava). E, como já se sabia, fica (re)confirmado que o intuito da versão de 16GB é incentivar os compradores a optarem pela versão de 64GB, que para a Apple representa custa adicional de apenas mais 10 dólares, mas que no preço de venda final se converte em mais 100 dólares/euros para os consumidores, aumentando significativamente a sua margem de lucro.

... Vamos lá ver se alguém se lembra de comprar as peças avulsas e começar a construir iPhones "originais", vendendo-os a metade do preço. ;P

5 comentários:

  1. Já não é novidade (e não se aplica apenas a produtos da Apple), mas gosto particularmente dos 10$ que separam as versões de 16GB e 64GB, resultando depois numa venda com 100$ de diferença apenas por esse quesito!...

    Já para não falar do ridículo de vender (nos dias de hoje) um "topo de gama" com apenas 16GB... ou melhor, na verdade sabemos porque o fazem ;)

    Mas como diz o ditado, "em equipa vencedora não se mexe"... sou do voto que se continuem a aproveitar.

    ResponderEliminar
  2. Há uma coisa que gostava de ver explorada nestas notícias. Vários artigos do AADM focam o custo para o consumidor. Ora, seria importante dar uma perspetiva à cadeia de fornecimento e valor.
    O Custo de um iPhone são peças, pessoas (bem assalariadas com locais de trabalho fenomenais), lojas emblemáticas, uma garantia e suporte decente (nada a ver com os chineses que por aí vemos), e imensos lucros para investir em projetos que podem avançar apenas porque há uma ideia interessante. Sem esse lucro grande nada disto é possível...
    Apesar de não ser cliente apple, tenho que reconhecer que é estável e bem mais fácil de gerir no mundo empresarial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Queria só corrigir dois erros que estão nesse comentário:
      1º - "...pessoas (bem assalariadas com locais de trabalho fenomenais)..." - isso é apenas 1% das pessoas que trabalham para a Apple, vai informar-te acerca das condições que as pessoas que montam os iphones na china têm e depois tenta dizer isso de novo.
      2º - "uma garantia e suporte decente" isto é apenas pura mentira . A nível de garantias tenho melhor experiência com productos mais baratos de marcas mais pequenas do que com a Apple, esses simplesmente fazem tudo o que podem para se porem de fora na hora na hora de dar garantia.

      Eliminar
    2. Caro Miguel:
      1) Falei de colaboradores Apple. Não se subcontratação. Quem assembla iPhones não é a Apple. 1% é uma percentagem afetada de cálculo. Posso colocar-lhe o relatório de contas da Apple e pode dividir o valor de salários pelo headcount...
      2) Posso ser mais objetivo: a garantia da Apple é bem melhor do que qualquer aparelho comprado na Gearbest, por exemplo. A garantia da play store é conhecida por ser a melhor, exceto se tiver tido os problemas que eu já tive.
      Pode àcrescentar valor com os seus comentários, mas daí a "erro" vai muita distância. São apenas dois comentários seus dos quais consigo compreender a perspetiva. O segundo tema é mais subjetivo, logicamente.

      Eliminar
  3. Fazer análises ao custo dos produtos desta forma só tem interesse a título de curiosidade porque não tem significado económico e financeiro quase nenhum. É o mesmo que analisar o custo de um bolo fazendo contas apenas ao preço da farinha, dos ovos e do açucar.

    ResponderEliminar

[pub]