2016/05/29

IMAX prepara salas de cinema VR


Não é só em nossas casas que a promessa da realidade virtual tem feito mexer as coisas; também a gigante IMAX, famosa pelas suas salas com ecrãs ultra-grandes, se prepara para lançar salas de cinema criadas especificamente para VR.

A IMAX sabe que a realidade virtual abrirá as portas a toda uma nova geração de conteúdos de entretenimento e não quer arriscar-se a "perder o comboio", preparando-se para abrir salas de cinema VR. Embora sistemas como os HTC Vive, Oculus Rift e, mais para o final do ano, o PlayStation VR comecem a entrar em nossas casas, a empresa aposta em disponibilizar uma experiência VR de maior qualidade do que a que é possível actualmente nestes sistemas "económicos".

O facto preço é um dos elementos que se torna crítico num produto destinado a ser vendido ao grande público, mas que pode ser atenuado numa aplicação comercial onde o mesmo vá ser utilizado por centenas ou milhares de pessoas. Estas sessões de cinema IMAX VR seriam sessões específicas, de curta duração, mais parecidas com as experiências que se podem ter em parques temáticos - em vez de se tratarem de "longas-metragens" (o que também ajudará a minimizar os potenciais efeitos de enjoo que o VR pode causar.)

É uma aposta que vai no sentido de coisas como as salas 4DX, que adicionam movimento e outros efeitos físicos e visuais; embora neste caso sejam aplicados aos filmes convencionais e não a mini-experiências. Resta apenas saber se o mercado estará disposto a pagar regularmente um preço certamente elevado por estas mini-sessões VR... ou se estará mais sensibilizado para investir num sistema que possa usar em casa quantas vezes quiser, mesmo que por agora tenha qualidade inferior (e sabendo-se que a rápida evolução se encarregará de fazer com que num par de anos se tenha no mercado sistemas com muito mais qualidade a preços provavelmente muito mais atractivos.)

Não me parece que haja uma grande janela de oportunidade para que salas de cinema VR possam ter o seu sucesso... antes de se arriscarem a ser desnecessárias por podermos ter isso em casa.

1 comentário:

  1. Depende da qualidade de imagem. No Gear vr a qualidade de imagem é má mas ainda dá para ver mas no Rift, por mais estranho que possa parecer, ainda resulta pior! Ainda há pouco estive a ver um filme em 3D e fiquei chocado com a má qualidade de imagem que me parece nitidamente pior do que em Gear vr. A imagem fica um pouco escura e o SDE parece ainda pior do que em Gear vr! Tentei o filme Avatar em 3D e um filme animado (ambos com qualidade 1080p) para ver as diferenças e resulta sempre mau!

    ResponderEliminar

[pub]