2016/06/09

Apple e Google reduzem comissão nas subscrições das apps para 15%


Depois da Apple ter anunciado que iria reduzir a sua comissão de 30 para 15% nas subscrições feitas via App Store após o primeiro ano, também a Google diz que o vai fazer e logo a partir da primeira assinatura - uma alteração que poderá ter impacto significativo na forma como as apps são vendidas.

Muitos developers e serviços têm criticado a Apple e a Google por considerarem que a comissão de 30% que cobravam sobre as subscrições serem excessivas; levando-os a criarem soluções mais complexas para tentarem escapar a essa comissão, e no processo prejudicando os clientes, que prefeririam poder fazê-lo com um simples toque e com a questão dos pagamentos a serem geridos pela conta que já usam na respectiva app store.

A Apple anunciou que iria reduzir a comissão para metade (15%) a partir do primeiro ano de subscrição de cada cliente; e agora também a Google iguala essas condições, mas com a vantagem dessa comissão reduzida aplicar-se desde logo, sem necessidade de pagar o primeiro ano de comissões mais elevadas como na App Store. Também de referir que no caso da Play Store da Google, os developers têm a liberdade de implementar o seu próprio sistema de gestão de pagamentos nas suas apps, deixando de estar sujeitos a qualquer comissão nas assinaturas dos seus clientes - coisa que na App Store é proibida: se a app aceitar pagamentos, tem que ser através do sistema do iTunes/App Store.

São boas notícias para os developers, mas há o receio que esta alteração venha empurrar o mercado das apps para um sistema em que se comecem a popularizar as apps com mensalidade como forma de as sustentar de forma continuada. Como sempre, terá que ser o mercado a decidir, com cada um a votar com a sua "carteira" sobre se acha vantajoso investir em apps que terá que pagar continuamente para utilizar...

(Para mim, parece-me que há espaço mais que suficiente para ambas as modalidades co-existirem - mas receio que sejam inevitáveis muitos abusos que tentarão espremer os utilizadores para irem buscar mais uns euros...)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]