2016/08/13

Ugly Email deixa ver que emails contêm "tracking" no Gmail


Embora não haja forma 100% garantida de fazer tracking a emails, há muitas que vão funcionando em maior ou menor grau, e este Ugly Email é uma extensão para o Chrome e Gmail que permite aos utilizadores saberem que emails poderão estar a monitorizá-los.

Existem diferentes formas de tentar determinar se um email teve efeito no destinatário. Uma das formas mais simples é utilizar URLs com parâmetros diferenciados para cada destinatário que se envie um email (comercial, publicitário, ou outro) - e caso cliquem no link fica-se a saber precisamente quem é que o fez; mas o que mais interessa é saber quando alguém terá aberto um email, mesmo que não carregue em nenhum link.

Para conseguir isto, a táctica mais comum é a de inserir a imagem de um pequeno pixel invisível no email, de modo a que quando o destinatário abra o email, o carregamento dessa imagem (com o mesmo tipo de URL individualizado) permita detectar essa acção. Isso nem sempre é garantido, pois no Gmail (e outros serviços de email) temos a opção para não carregar imagens, mas este Ugly Email também será uma forma de lidar com isso.

Esta extensão para o Gmail detecta o tracking utilizado por serviços como o Streak, Yesware, Mandrill, MailChimp, Postmark, TinyLetter, Sidekick, MixMax e Bananatag; e apresenta um icon de um olho para todos os emails que contenham alguma forma de tracking reconhecida.

Ter em conta que não será pelo facto de um email conter tracking que isso será "abusivo" (poderá ser uma simples newsletter que usa esses dados para saber se está a chegar ao público certo e avaliar se os conteúdos estão a ser interessantes), mas para aqueles que preferirem manter a sua privacidade por via das dúvidas... é uma extensão a considerar (mas ter em conta que será uma extensão que terá a capacidade de ler o vosso email; o que por si só levanta outras preocupações.)

3 comentários:

  1. Foi logo o que pensei à medida que lia o texto: A extensão terá que conseguir "ler" as minhas mensafgens de email (antes mesmo de eu as ler)...
    E mais: O nível de carga sobre o processador (ou vá lá, sobre o browser) também terá que ser superior ao normal, pelo que, quem precise de ter o browser mais 'ligeiro', deverá também ter isso em consideração.

    ResponderEliminar
  2. Foi logo o que pensei à medida que lia o texto: A extensão terá que conseguir "ler" as minhas mensafgens de email (antes mesmo de eu as ler)...
    E mais: O nível de carga sobre o processador (ou vá lá, sobre o browser) também terá que ser superior ao normal, pelo que, quem precise de ter o browser mais 'ligeiro', deverá também ter isso em consideração.

    ResponderEliminar
  3. Sempre utilizei a opção do gmail para não carregar as imagens automaticamente por vários motivos, é mais rápido, em muitos casos já sei que imagens são e não interessa ver, menos dados gastos no smartphone, em e-mails duvidosos evita todo o tipo de problemas, etc.

    ResponderEliminar

[pub]