2016/09/10

Facebook censura artigo com foto histórica


O Facebook volta a ser acusado de censurar informação, desta vez tendo removido um artigo de um escritor norueguês que continha uma das mais icónicas fotos de guerra, vencedora de um Pulitzer, com uma rapariga nua a fugir de um ataque com napalm na guerra do Vietname.

A luta pela moralidade do Facebook parece não olhar a meios, e parece considerar tão obsceno um mamilo ou uma mãe a amamentar, como fotos que nos relembram os horrores da guerra.

O artigo de um escritor norueguês não usava a foto de forma gratuita, uma vez que era precisamente sobre "7 fotografias que mudaram o curso da guerra", mas isso não evitou que o seu artigo fosse removido do Facebook e de ver a sua conta suspensa. Uma atitude que fez com que o maior jornal Norueguês avançasse com uma carta aberta dirigida ao Facebook, expressando as suas preocupações (e receio) sobre o poder absoluto que o Facebook tem em determinar aquilo que as pessoas poderão, ou não, ver - e silenciando ou suspendendo quem achar que não segue as suas regras.

Embora o FB se tente afastar dessas polémicas dizendo que é apenas uma empresa tecnológica, parece-me que não há como escapar ao facto de que, ao se ter aventurado na selecção/eliminação de notícias, se coloca mesmo a jeito para ter que enfrentar estas críticas - e que são completamente pertinentes.

Parece-me que a única solução possível é o Facebook finalmente admitir que não se deve intrometer nos conteúdos, limitando-se a disponibilizar ferramentas para reportar situações abusivas e que, atingindo um certo volume de queixas, passassem a ficar por trás de um aviso que informasse os utilizadores de que aquilo que estariam a tentar ver seria potencialmente abusivo e para prosseguirem por sua conta e risco.

... Isso e ver os norte-americanos perderem a sua fobia aos mamilos!


Actualização: a polémica, que até mereceu comentários do Primeiro Ministro Norueguês, fez o Facebook reconsiderar e já permitiu a foto...

7 comentários:

  1. Quem partilhou a notícia é teve o seu post removido também foi o primeiro ministro norueguês, o que me faz querer que isto vai dar muito que falar.

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Solução, deixem de usar o Facebook, pelas palavras deles são apenas uma empresa tecnológica então têm é que se modernizar ou perdem o comboio.

    ResponderEliminar
  4. O facebook é uma empresa tecnológica privada fornecendo um serviço gratuito com regras próprias como qualquer outra empresa que tenha um serviço online. Têm todo o direito de bloquear ou sensurar quem quiserem. Ninguém obriga ninguém a usar o facebook. Quem não estiver satisfeito que se mude. Tenho conta no facebook mas deixei de usar à vários meses. Infelizmente ainda existem pessoas ingénuas que julgam que a internet é só o facebook.

    ResponderEliminar
  5. O facebook é uma empresa tecnológica privada fornecendo um serviço gratuito com regras próprias como qualquer outra empresa que tenha um serviço online. Têm todo o direito de bloquear ou sensurar quem quiserem. Ninguém obriga ninguém a usar o facebook. Quem não estiver satisfeito que se mude. Tenho conta no facebook mas deixei de usar à vários meses. Infelizmente ainda existem pessoas ingénuas que julgam que a internet é só o facebook.

    ResponderEliminar
  6. O facebook é uma empresa tecnológica privada fornecendo um serviço gratuito com regras próprias como qualquer outra empresa que tenha um serviço online. Têm todo o direito de bloquear ou censurar quem quiserem. Ninguém obriga ninguém a usar o facebook. Quem não estiver satisfeito que se mude. Tenho conta no facebook mas deixei de usar à vários meses. Infelizmente ainda existem pessoas ingénuas que julgam que a internet é só o facebook.

    ResponderEliminar
  7. O facebook é uma empresa tecnológica privada fornecendo um serviço gratuito com regras próprias como qualquer outra empresa que tenha um serviço online. Têm todo o direito de bloquear ou censurar quem quiserem. Ninguém obriga ninguém a usar o facebook. Quem não estiver satisfeito que se mude. Tenho conta no facebook mas deixei de usar à vários meses. Infelizmente ainda existem pessoas ingénuas que julgam que a internet é só o facebook.

    ResponderEliminar

[pub]