2016/12/27

Principal fabricante de máquinas de fabricar OLEDs está com prazos de entrega de 2 anos


Uma das formas de avaliar o interesse numa tecnologia é espreitar as empresas que produzem as máquinas que permitem torná-la realidade, e no caso dos OLEDs o maior fabricante de máquinas para a sua produção não tem mãos a medir.

A Canon Tokki é o maior fabricante mundial de máquinas de produção de ecrãs OLED, mas mesmo que hoje quisessem comprar uma das suas mega-máquinas que podem custar mais de 80 milhões de euros, teriam que esperar cerca de 2 anos até que a mesma fosse entregue.

Bem, chamar "máquina" a estas máquinas pode ser um eufemismo, já que na realidade se tratam de gigantescas linhas de produção, com câmaras de vácuo que se prolongam por uma centena de metros, e onde existem sistemas de alinhamento com margem de erro inferior ao tamanho de uma célula (para garantir que os subpixeis, criados em múltiplas passagem dependendo da sua cor, ficam no local exacto.

Este tempo de espera, mesmo depois da Canon Tokki ter aumentado a produção, é mais um factor que demonstra a dificuldade - nesta altura - em conseguir produzir ecrãs OLED em quantidade suficiente para produtos de consumo em volume elevado. Factor que tem gerado os rumores de que a Apple poderá aplicar um ecrã OLED apenas num único modelo dos vários iPhones que lançará em 2017.

Ainda estamos a muitos meses de distância para o sabermos... mas cá estaremos para saber se os rumores se comprovam.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]