2017/01/09

Steve Jobs revelou o iPhone há 10 anos


O tempo passa a voar, e basta relembrar que foi precisamente há 10 anos que Steve Jobs apresentava ao mundo um dispositivo que ele considerava revolucionário... e que seguramente superou todas as suas expectativas, tendo-se tornado no principal produto da Apple, derrubando gigantes, e absorvendo 90% dos lucros no sector: o iPhone.

Foi a 9 de Janeiro de 2007 que Steve Jobs (que nos deixou em 2011) subiu ao palco para revelar um misterioso produto, que os rumores referiam apenas como sendo um "telemóvel sem teclas" e para o qual a Apple tinha grandes ambições. Uma entrada num segmento que muitos pensavam ser uma verdadeira loucura, pois a Nokia dominava o mercado; um mercado que se pensava já estar saturado e que não teria espaço para mais ninguém.

Só que a Apple demonstrou o quanto estavam errados, e uma década depois os smartphones dominam o mundo, e aqueles que tanto criticaram a Apple e anunciaram que o iPhone seria um desastre... bem... se calhar estão a usar iPhones e já apagaram as suas antigas previsões das suas memórias.

O primeiro iPhone estava longe de ser perfeito. Bastará relembrar que nem sequer suportava 3G, tendo velocidades de acesso à internet de "caracol", e - mais ridículo ainda para quem conhece um iPhone actual - nem sequer permitia instalar apps, limitando-se a ter aquelas que vinham pré-instaladas. Mas foi o início de algo que rapidamente fez expandir os horizontes das possibilidades, e que a Apple soube aproveitar da melhor forma.

Seja-se fã dos iPhones e da Apple, ou não, vale a pena rever a apresentação original do iPhone, nem que seja para relembrar as muitas coisas que hoje damos por "adquiridas" e que só o são devido a este pequeno dispositivo que, tal como Steve Jobs pretendia, veio transformar o mundo.


A grande incógnita: saber se o iPhone que a Apple irá lançar este ano para celebrar esta data especial será capaz de fazer o mesmo para os próximos 10 anos.


2 comentários:

  1. Um artigo comemorativo do AppleInsider (são "applistas" mas não toscos)
    http://appleinsider.com/articles/17/01/09/ten-years-of-iphone-the-past-present-and-future-of-apples-blockbuster-phenomenon-
    Coisas que às vezes se esquece:
    - All of the smartphone platforms that existed when iPhone was released were effectively knocked out of business within the next three years
    - Even ambitious attempts to remake their existing platforms failed. Palm's webOS, Nokia's open sourced Symbian, various Linux-based mobile platforms, BlackBerry OS 10 and Microsoft's Windows Phone 7
    - The mass failure of every other mobile platform left an opening for Google's Android.

    O grande desafio actual das plataformas móveis: inteligência artificial. Acho que a Google está a levar vantagem. Mas há mais "players", como a Amazon (Alexa).

    ResponderEliminar
  2. E pensar que um ecrã de 3,5 polegadas era enrome, 2 megapixies eram mais do que suficientes, 320 x 480 de resolução !

    Fazer unlock a um iphone e receber aplausos? porra que incrível!

    Vender 10 milhões de unidades...e depois logo se vê!

    Não há como imaginar os próximos 10 anos :)

    ResponderEliminar

[pub]