2017/05/30

Nvidia Max-Q quer portáteis mais compactos com GPUs dedicados


A Nvidia quer que os portáteis para jogos se distanciem da imagem de serem máquinas pesadas e volumosas, e para isso lança a iniciativa Max-Q para promover o desenvolvimento de máquinas com as mais potentes GeForce GTX mas mantendo uma espessura reduzida.

Tal como a Intel promoveu os portáteis mais finos com a iniciativa dos ultrabooks, também a Nvidia quer promover a inclusão dos seus mais potentes GPUs nos portáteis mais compactos, para se acabar com a ideia de que os portáteis mais leves só podem ter GPUs mais modestos, e que qualquer GPU com potência para jogar os jogos mais recentes é sinónimo de um portátil monstruoso.

Os portáteis Max-Q deverão ter uma espessura máxima de 18mm e um peso de 2.3kg - que servem como lembrança de como as coisas têm evoluído: no tempo dos portáteis com uma GTX 880M, os portáteis pesavam 4.5kg e tinham uma espessura de 51mm! Obviamente, a Nvidia recomenda também a utilização dos seus GPUs GTX 1060, 1070 e também o mais potente 1080.

Para reduzir a temperatura (e barulho das ventoinhas) a Nvidia revelou também o novo WhisperMode que parece ser idêntico ao Radeon Chill da AMD, em que o GPU reduz o framerate e ajusta a qualidade da imagem sempre que puder (por exemplo, num jogo que esteja a apresentar uma imagem estática).

Os primeiros portáteis Max-Q, de fabricantes como a Asus, Acer, Lenovo, HP,  (entre outros) chegam ao mercado no final de Junho; mas desde já se poderá esperar que esta redução do seu tamanho não seja transposta para os preços.

1 comentário:

[pub]