2017/06/27

Google multada em €2.4 mil milhões pela UE


A União Europeia já decidiu o valor da multa a aplicar à Google por abuso de posição dominante e favorecer o seu serviço de comparação de preços face aos concorrentes, sendo a mais alta de sempre: 2.42 mil milhões de euros.

Esta decisão resulta de uma investigação feita ao longo de sete ano, e que determinou que a Google dava preferência aos seus próprios produtos e serviços quando os utilizadores faziam pesquisas, relegando serviços concorrentes para posições inferiores onde a maioria das pessoas não os encontraria.


O caso tem principalmente a ver com o Google Shopping, o serviço de comparação de preços que a Google tem integrado no seu motor de pesquisa, e que aparecem sempre em lugar destacado nos resultados, independentemente de serem as "melhores" sugestões para os utilizadores. De agora em diante, a Google terá que dar igualdade de tratamento a outros comparadores de preços, ou arriscar-se a pagar novas multas milionárias... diariamente!

A Google já respondeu, dizendo que não considera estar a fazer nada de errado nem dar tratamento preferencial a a nenhum serviço em especial, e que irá analisar o caso para determinar se vai recorrer. A UE deu um prazo de 90 dias para a Google resolver a situação.

1 comentário:

  1. Vamos lá a ver.
    Nos resultados da pesquisa aparecerem primeiro produtos patrocinados - identificados por "Ad" e "sponsored". Por exemplo, em "wireless headphones". Não vejo nada de estranho nisso. Agora, lendo o que diz a Comissão Europeia, os produtos patrocinados aparecem primeiro nos resultados da pesquisa – mesmo que não tenham a identificação “Ad” e “Sponsored”. Aqui é que já acho estranho - publicidade sim, mas à vista de todos!
    P.S. É melhor esquecer o "comparador de preços" que só aparece nas notícias para criar confusão. Não há nenhum comparados de preços.
    A Reuters diz que a multa também tem que ver também com o Android e por bloquear as pesquisas online de concorrentes.

    ResponderEliminar

[pub]