2017/10/04

Google apresenta Pixelbook e Pixelbook Pen


A Google volta a apostar nos portáteis, e no seguimento dos Pixel originais traz-nos o novo Pixelbook em formato transformável.

Com 1cm de espessura e 1Kg de peso, este Pixelbook herda o design monolítico dos seus antecessores, e vem equipado com um touchscreen de 12.3" Quad HD, CPUs Intel Core i5 ou i7, até 16GB de RAM e SSD até 512GB - e claro, Chrome OS. O teclado de baixo perfil conta com retroiluminação, e há outros detalhes simpáticos, como fazer o tethering automático (se se quiser) com um smartphone Pixel. A autonomia anunciada é de 10 horas.


A Google diz que este é o primeiro portátil confortável de usar como tablet (a Microsoft certamente não concordará) e a acompanhá-lo temos o Pixelbook Pen, capaz de detectar até 2000 níveis de pressão e ângulos até 60º, e que a Google diz contar com uma latência de apenas 10ms - um valor impressionante (que seria mais impressionante se a Google nos dissesse que o ecrã teria refresh rate de 100Hz).

Os preços começam nos $999 para o Pixelbook e quem quiser a Pixelbook Pen terá que desembolsar mais $99.





2 comentários:

  1. Esta "concorrência" já não é como era. Os preços são iguais ou superiores aos Surfaces. Por 700€/800€ temos a opção dos Xiaomi Air.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os Pixel nunca foram "baratos"... O primeiro já custava mais de 1000 euros. E ter em conta que estamos a falar de um Chromebook, que tem vantagens... mas também desvantagens (experimentem fazer montagem de vídeo num - e ainda por cima a Google até acabou com o YouTube Studio para "ajudar"!)

      Eliminar

[pub]