2017/11/17

Google Assistant já suporta apps em Português... do Brasil


Usar o Google Assistant e o Google Home só não é mais prático por se ter que falar em inglês para ter acesso a todas as suas funcionalidades, mas finalmente a Google abre as portas e já permite que os developers criem apps para o Assistant também em português... do Brasil.

O português pode estar associado a Portugal, mas infelizmente estamos numa posição bastante fragilizada a nível de suporte face face aos mais de 200 milhões de habitantes no Brasil. Para qualquer empresa nem sequer há margem para dúvidas, de que a prioridade no suporte à língua portuguesa seja dada ao Brasil e... quem sabe, talvez um dia, lá nos possam fazer o favor de considerar a adopção do português de Portugal como uma espécie de variante/dialecto do português do Brasil.

A Google tem um lote de novidades para o Google Assistant, que passa a permitir a criação de apps e acções em Espanhol, Italiano, Inglês Indiano e Português. Também de relevo é a aposta na descoberta implícita de acções, em que deixará de ser necessário referir especificamente uma app e apenas pedir o que se quer fazer, com o Google Assistant a saber qual a app que deverá lidar com esse pedido; e também passa a ser possível que acções iniciadas no Google Home poderem ser reencaminhadas para o smartphone para serem finalizadas (por exemplo, para efectuar o pagamento de uma compra ou pedido feito por voz).

Depois temos melhorias adicionais a nível de envio de notificações, do processo de cancelamento de uma acção (com os developers a poderem dar um tratamento adequado a isso, em vez de tudo ficar abortado sem feedback adicional), e muitas outras. E, para aqueles que ainda mantêm um Nexus Player, chega uma actualização que lhe dá (finalmente) acesso ao Google Assistant... Demorou, mas chegou.

5 comentários:

  1. Mas isso quer dizer que assistente já fala em português?

    ResponderEliminar
  2. Teoricamente não existe brasileiro por isso sim, fala português com sotaque e escrita do Brasil, é triste mas enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não existe "brasileiro" da mesma forma que não existe "americano", "australiano" ou "canadiano". Não há nada triste nisso.

      Eliminar
    2. Mas existe Português. É triste sim termos de "adotar" uma língua que não é nossa.

      Eliminar

[pub]