2017/12/27

Apple quer unificar apps de iPhone, iPad e Mac

Depois das influências do iOS se terem feito sentir no macOS, a Apple quer dar o próximo passo e criar uma plataforma que permita a criação de apps unificadas que corram em todos os equipamentos.

A Apple prepara-se para entrar em águas turbulentas ao pretender fazer aquilo que ninguém ainda conseguiu fazer decentemente ao longo dos últimos anos: criar um sistema que permita criar apps que se adaptem devidamente ao funcionamento num smartphone, num tablet e num computador tradicional.

O desejo de manter uma única app que servisse para tudo é um dos sonhos de qualquer developer, e é algo que a MS prometia para a sua plataforma - mas que a incapacidade em assegurar uma quota de mercado minimamente representativa no sector mobile veio "simplificar". Por seu lado, a Apple não só tem uma quota saudável no segmento mobile, como também conta com bastantes fãs dos computadores... pelo que fica numa posição em que essa promessa tem condições para ser posta à prova.

O problema é que existem diferenças significativas em termos funcionais quanto à utilização de uma app nestas três categorias de equipamentos e não será fácil compatibilizar a criação de apps que contemplem todas essas diferenças. Mas, se fosse fácil já todos o teriam feito... pelo que vai ser interessante que soluções e propostas a Apple apresenta aos developers... e que logicamente se irão fazer ressentir nos produtos que posteriormente chegarão aos utilizadores finais.

12 comentários:

  1. "A Apple prepara-se para entrar em águas turbulentas ao pretender fazer aquilo que ninguém ainda conseguiu fazer decentemente ao longo dos últimos anos: criar um sistema que permita criar apps que se adaptem devidamente ao funcionamento num smartphone, num tablet e num computador tradicional."

    What?!? mais isenção por favor.

    Primeiro assumir que ninguém já o fez decentemente é uma tremenda falta de respeito para os avanços que já foram feitos nesse campo.

    Segundo dizer que a Apple assume que o que existe é mau e que pretende fazer melhor, é melhor que tenhas quotes dessas ilações, caso contrário só te fica mal.

    Terceiro, a Microsoft "prometia" e cumpriu, neste momento podes desenvolver uma app apenas uma vez e que se adapta ao telemóvel, pc, tablet, consola e IoT. Tudo de raíz, utilizando as guidelines dadas pela MS.

    Neste assunto a MS vai muito à frente das outras empresas.

    Espero que tenhas feito este artigo com base no teu desconhecimento. Sugiro que aprofundes este assunto e corrijas este artigo.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico a aguardar por bons exemplos que me possas dar de programas assim. Não conheço tudo,longe disso, mas do que conheço, quer como "curioso" quer como "developer", ainda estou para ver isso implementado decentemente (e há muito que digo que o que mais se aproxima disso são as web apps).

      Portanto,em vez de acusações e insinuações, será mais produtivo e educativo dares exemplos concretos do que te sentires "ofendido".

      Eliminar
    2. Embora poucas vezes concorde com este senhor, este caso é uma delas:
      ... " “None of them turned out insanely great” is way too generous a description of write-once/run-anywhere application frameworks. Most of them are terrible; none of them are good." - Daring Fireball

      Eliminar
    3. Carlos, não me senti ofendido. Poderia dizer-te exatamente o mesmo, em vez de insinuações e acusações também gostaria que tivesses dado exemplos concretos em vez da tua opinião sobre o assunto.

      Apenas fiz uma critica relativamente à forma que redigiste este artigo, que de todo é muito a tua opinião sem nenhuma base para tudo o que afirmas-te.

      Carlos, começa por aqui: https://docs.microsoft.com/en-us/windows/uwp/design/basics/design-and-ui-intro

      Eliminar
    4. Conheço bem o UWP (há muitos anos), e concordo que a MS tivesse num bom caminho - mas também concordarás que para isso não faltam muitas outras "guidelines" interessantes (como o Material Design, ou as próprias guidelines da Apple).
      Mas agora diz-me, quantas apps *universais* da MS conheces, que funcionem universalmente num smartphone, tablet e PC desktop? Pois... tens aí a tua resposta. Nem sequer no tempo do Windows nos smartphones (e os malfadados tablets c/Windows RT) a MS seguia aquilo próprio que apregoava.

      Por isso mesmo repito... as intenções há muito que existem, a sua implementação de forma a que seja realmente transformadora no mundo, nem por isso.

      Se por cá andares há algum tempo saberás que eu sempre disse que a MS era a que estava melhor posicionada para fazer isto e era um grande trunfo que poderia ter sobre os rivais; mas infelizmente com a sua má estratégia no mobile... tornou esta pretensão inconsequente: as suas "universalidade" limita-se a desktops e tablets com Windows 10 que podem ser tratados como desktops (e ok, tem a Xbox, que também deve ser referida)... mas nos smartphones... não tem expressão, nem - considerando o rumo actual - parece que possa vir a ter.
      (Sem invalidar que tenha excelentes apps para iOS e Android, mas que obviamente não são apps universais que corres no Windows 10).

      Eliminar
    5. Entendo a tua posição, só não consigo concordar contigo.

      Lista de app universais da MS/ThirdParties:
      - Pacote Office 365
      - Netflix
      - Spotify Music
      - Instagram
      - Twitter
      - Facebook Messenger
      - eBay
      - Dropbox
      - TeamViewer: Remote Control
      - FourSquare
      - TuneIn Radio
      - Duolingo
      - Viber
      - VLC
      - Readit
      - Adobe Photoshop Express


      Continuo sem entender os teus argumentos para dizer que não existe apps decentes nesta matéria.

      Mais uma vez reforço que a MS está muito à frente neste campo das restantes empresas, nessa lista encontras apps das maiores empresas a nível mundial.

      Continuo a achar que este artigo cai na categoria de falsa informação e passa desconhecimento ao leitor.

      Eliminar
    6. Esqueceste-te de referir que também por lá não encontras algumas das maiores apps a nível mundial, que simplesmente abandonaram a (praticamente inexistente) plataforma mobile da MS - e que não parecem estar muito convencidas com a promessa da apps universais da MS... (Ainda há dias tivemos o caso do WhatsApp a dizer adeus aos Windows Phone 8 - e nem vamos falar de todas as apps da Google...)

      As boas intenções da MS ficam um pouco (bastante?) limitadas ao não ter uma plataforma mobile que permita tirar partido das dias apps universais. De que te serve ter uma app supostamente universal... quando depois não tens clientes com equipamentos a corram?

      Sim, teria sido bom que a MS conseguisse ter aguentado mais um pouco e mantido uma quota relevante dos seus Windows Phones... mas nesta altura isso parece ser praticamente impossível (e o novo CEO também não parece fazer disso uma prioridade)...

      Eliminar
    7. Carlos, entende uma coisa, o fiasco da microsoft no mobile nada tem haver com as apps universais e nada tem haver com estas serem decentes ou não. Estás a falar de uma plataforma que não teve sucesso para a MS mas o que nós estamos aqui a falar são de aplicações universais e não do sucesso das plataformas.

      A realidade é esta: a microsoft é a unica empresa que apps universais para desktop, tablet, consola, IoT e também para mobile.

      Nem a google nem a apple têm aplicações universais.

      A apple diz que está a pensar seguir o caminho da MS e tu vens dizer que ninguém fez nada decente e que a apple é que vai fazer milagres...por amor de deus Carlos estás fora da realidade.

      Vê por este prisma, a MS tem provas dadas e tu refutas a apple está a pensar seguir o caminho da MS e já é a melhor coisa do mundo...achas que faz algum sentido comparar alguém que já está avançado na matéria com alguém que apenas tem a intenção de começar? Não faz sentido Carlos, é só isso.

      Até termos provas dadas que a apple (ou outra empresa) entra nesse caminho e realmente trás algo melhor do que existe é apenas especulação da tua parte.

      Eliminar
    8. Caro Rui, recomendo que re-leias o post, pois parece-me que tens a visão toldada por preconceitos errados. Em nenhum lado digo ou insinuo que a Apple "vai fazer milagres" neste campo, pelo contrário... sou bastante céptico quanto a isso.

      O que digo é que, ao contrário da MS, que não tem expressão em mobile (que contribuiria para validar a viabilidade das suas apps universais - ou não), a Apple tem essa expressão - pelo que terá que oportunidade para demonstrar isso (ou também não).

      Agora, o que não se pode negar é que a Apple é exímia a aproveitar-se das coisas que já foram feitas/tentadas, e dar-lhes o polimento extra que muitas vezes é responsável por tornar um produto "mediano" num produto bem mais apetecível. Se o conseguirá fazer neste campo... é o que resta esperar para ver - mas como disse, estou céptico quanto a isso, uma vez que os paradigmas de utilização num smartphone ou num desktop são coisas bem diferentes e com consequentes necessidades bem diferentes...

      Eliminar
    9. Carlos, a realidade é que este artigo é apenas e só especulação.

      Ficamos por aqui.

      Abraço

      Eliminar
    10. Ora exactamente, é esperar para ver. :)

      Eliminar
  2. Se o "filme" se repetir, a Apple vai chegar mais tarde e fazer melhor aquilo que os outros já faziam antes, só que menos bem.

    ResponderEliminar

[pub]