2017/12/09

Google bloqueia YouTube no Echo Show e Fire TV


A Amazon pode finalmente ter disponibilizado os Echo para Portugal, mas esta expansão dos seus produtos chega numa altura de guerra aberta com a Google por causa do YouTube.

Numa altura em que nos EUA está em risco o futuro da neutralidade da net, não ajudará que entre estes dois gigantes tecnológicos se assista a uma autêntica "birra de crianças" sobre quem pode ver ou vender o quê.

A Google decidiu bloquear o acesso ao YouTube no Echo Show e Fire TV da Amazon, sendo que desta vez não alega problemas técnicos mas sim o facto da Amazon não vender produtos como o Chromecast e Google Home nem disponibilizar o seu serviço Prime Video nestes equipamentos; sendo que recentemente deixou também de vender alguns dos produtos Nest - mas seguramente a medida também terá a ver com o facto da Amazon ter feito versões próprias da app do YouTube sem a colaboração (ou autorização) da Google.

Por seu lado, a Amazon diz que a Google está a ser injusta pois actualmente os seus equipamentos apenas se limitavam a apresentar uma página web como se fosse uma página de um browser a visitar o YouTube, e que o facto da Google bloquear este acesso especificamente para os seus equipamentos abre um perigoso precedente que põe em causa o futuro de uma internet livre e acessível a todos.

... Infelizmente isto parece ser uma tendência cada vez mais frequente em inúmeros serviços, que me entristece bastante. Basta olhar para o que tem acontecido com as apps de mensagens, sendo que há 10 ou 20 anos atrás se tinham serviços que promoviam a interoperação e interligação de diferentes plataformas de modo a que todos pudessem falar com todos... e actualmente temos cada serviço a querer fechar-se o mais possível (e com o absurdo de cada plataforma até ter múltiplos programas de comunicação, que nem sequer falam entre os programas da mesma empresa.)

Espero bem que não se chegue a um ponto em que para ver YouTube se tenha que ter um televisor da Google e para ver Amazon Video se tenha que ter um televisor da Amazon... mas com as coisas a prosseguirem neste caminho, temo que não seja algo assim tão descabido como hoje poderá parecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]