2015/12/26

China encontra no terrorismo a desculpa perfeita para a censura


Enquanto no Ocidente vamos ficando cada vez mais preocupados com as leis que se querem aprovar à custa da desculpa do terrorismo, na China parecem ter chegado à conclusão que essa será também a desculpa ideal para o seu regime de censura.

A chamada "great firewall of China" já faz com que a internet na China seja algo bem diferente do que é no resto do mundo, com grande parte dos serviços que damos por garantidos a não estarem disponíveis; e fazendo também com que a utilização de VPNs se torne praticamente obrigatória (e também um constante reboliço entre serviços de VPN e a firewall chinesa, com tentativas constantes de bloqueio respondidas com novas formas de contornar essas medidas.

Mas agora a China joga a cartada da luta contra o terrorismo para justificar a iminente imposição de que todas as empresas e serviços terão que dar acesso a todos os seus dados, incluindo os dados encriptados dos seus utilizadores.

A grande preocupação é que neste caso a China já está no ponto que se teme que os governos ocidentais possam vir a atingir graças a estas leis; ou seja, na definição de "terrorismo" incluem-se todo o tipo de actividades que não sejam do agrado do governo, como toda e qualquer tentativa de oposição ao mesmo. Oposição essa que já é regularmente perseguida, e que com este tipo de leis passará a ter ainda mais dificuldade em se manter escondida no mundo digital.

... Não deixará de ser bastante preocupante que, em vez de vermos a China a ser contagiada pela "liberdade" do Ocidente, seja o Ocidente a ficar contagiado pelas medidas de espionagem e controlo Chinês sobre os seus cidadãos. Por este andar a qualquer momento passamos a ter internets regionais, que apenas dão acesso aos serviços da própria região, e com acesso bloqueado a tudo o resto...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]