2016/01/23

Desktop Neo propõe um ambiente de trabalho reinventado


Fará sentido continuar a usar-se um ambiente de trabalho atulhado de janelas e icons? O Desktop Neo reimagina o conceito de utilização de um computador, como poderia/deveria ser na actualidade.

A maioria dos sistemas operativos actuais utiliza interfaces concebidos há muitas dezenas de anos atrás. Na altura, para um mundo onde imperavam os monitores com ecrãs cheios de texto e o teclado era a única forma de interacção, a proposta de um ambiente gráfico com janelas redimensionáveis e móveis, manipuláveis por um dispositivo chamado "rato", era extremamente vanguardista... e permitiu criar os sistemas que conhecemos hoje. Mas será que para o tipo de utilização que se dá hoje, ainda é esta a melhor opção?

O Desktop Neo apresenta-nos uma reinvenção do ambiente de trabalho, onde a gestão de janelas é substituída pelas apps em painéis deslizáveis; um sistema de gestão de conteúdos que se desprende da organização por pastas e directórios; e até de coisas como sistemas de eye tracking que permitem interagir com o sistema mediante o simples olhar.

Não digo que tudo aquilo que é proposto me convença completamente, mas confesso que grande parte das coisas que propõe me parecem bastante interessantes e positivas. Infelizmente, por agora não passa de um conceito e não existe um produto real que se possa experimentar - mas, esperemos que algumas das suas propostas possam servir para inspirar os sistemas operativos que vierem a surgir no futuro.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]