2016/01/08

Fundador da Oculus admite ter falhado ao não preparar fãs para o preço dos Rift


A revelação de que os Oculus Rift custam afinal $600 deixou muitos milhares de fãs profundamente indignados, e o fundador da Oculus já veio admitir que a falha foi sua.

Os Oculus Rift foram um caso de sucesso do crowdfunding, e muitos eram os que esperavam que o início da sua comercialização viesse marcasse a entrada numa nova era de realidade virtual (de qualidade) para o grande público. O grande problema foi o choque da revelação do preço...

Os kits iniciais dos Oculus Rift foram vendidos a $350, e foi esse o preço que ficou associado a estes óculos durante anos (o projecto é de 2012). Para piorar, Palmer Luckey mais recentemente disse publicamente que o preço da versão final iria ser "aproximado" do preço dos kits de desenvolvimento, e só mais recentemente avançou com uma modesta referência de que o preço desta versão iria ser "mais cara" - ainda assim sendo interpretado que esse mais caro significaria algo como $400-450.

Daí o choque quando na abertura das pré-vendas se descobre que afinal o preço dos Oculus Rift é de $599 (mais taxas).

Durante o seu AMA no Reddit, Palmer disse que falhou completamente ao não ter conseguido fazer passar a ideia de que o preço final dos Rift seria mais elevado do que os fãs esperavam; e que quando disse que o preço era aproximado do dos kits de desenvolvimento, estava a referir-se à comparação do seu preço entre os kits de desenvolvimento e o custo de um sistema total de uns RIFT e PC com o hardware recomendado ($1500).



Respondendo aos que acusam a Oculus (que agora pertence ao Facebook) de querer "chular" os fãs e inflacionar o preço dos Rift para ganhar dinheiro, diz que os Rift estão a ser vendidos a preço de custo e sem qualquer lucro - e que este custo não tem a ver com os extras (gamepad Xbox e jogos oferecidos) mas sim com o custo de produção dos Rift, que contam com dois ecrãs OLED feitos especificamente para esta função (alta-resolução e refresh rate elevado), o sistema de tracking com elevada precisão, e lentes de alta-qualidade que são mais complexas que muitas lentes de DSLRs.


Explicações que poderão ajudar a amenizar a situação para uns, mas não para todos os que ficaram desapontados com o preço dos Oculus Rift - e que, de uma maneira ou de outra, não irão evitar que a entrada na tal "era da revolução VR" vá ficar adiada até que algo mais acessível (e com qualidade) chegue ao mercado.

14 comentários:

  1. E o pior ainda está para vir se eles anularem mesmo todas as pre ordens feitas com moradas virtuais! E infelizmente o mais certo é que o façam mesmo porque já se viu que se estão a lixar para nós!

    No fórum Oculus
    "You committed fraud, therefore your order WILL be cancelled!!!!!!!!"

    ResponderEliminar
  2. Já dizia o meu avô: "nunca confies num homem com os dedos cheios de anéis, que batam o maço de tabaco sempre que vão falar contigo, ou homens com o risco ao meio". Por acaso este senhor usa rsico ao meio.... o que significa que ele pensa que consegue enganar-te

    ResponderEliminar
  3. Acho um preço completamente aceitável para um produto que é totalmente novidade, e tem de pagar aos engenheiros.

    Quem é Early Adopter, tem de suportar preços assim…

    Quem não é, espera, que irão aparecer concorrentes, modelos antigos mais baratos, e negócios em segunda mão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não discordo contigo até porque apesar de achar o preço elevado (com impostos fica por mais de 800 euros) ainda assim eu fiz a pre ordem. O problema é terem-nos feito acreditar que estavam a fazer tudo para lançarem a vr para as massas. Levando inclusive os desmiolados a ve-los como Deuses, e já estava parecendo que Oculus era uma nova ceita de fanáticos!
      Afinal, era tudo uma grande mentira e a rv vai continuar a ser um nicho de mercado só para ricos!

      Na página de Palmer no Twitter
      https://twitter.com/PalmerLuckey/status/684766413274234880
      Andy ‏@JigenD
      ".@PalmerLuckey $599, you fucked up son. You just killed your brand."

      É claro que daqui a alguns dias os desmiolados já vão estar outra vez a lamber os pés do Palmer, mas muitos deles não poderão comprar!

      Eliminar
    2. Pedro, passaste os últimos dias a criticar, mas no fim foste um dos "fanboys desmiolados" que comprou o produto.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Então sou um dos "fanboys desmiolados" porquê ??? Se eu fosse um deles estava feliz a comemorar por ter comprado os óculus em vez de perder o meu tempo a criticar uma coisa que não me afeta em nada! Mas se eu agisse dessa forma egoísta e alienada já aprovavas ???

      Eliminar
    5. Se eu achasse que o preço de um produto era demasiado caro simplesmente não o comprava, principalmente quando se trata de uma tecnologia está a dar os primeiros passos e os primeiros compradores serão beta testers.

      Eu acho que sou fanboy em apenas um assunto, Star Wars, se a malta da Disney resolvesse inflacionar o preço do filme de forma absurda e apenas o lançasse em Portugal três meses depois da data de estreia nos USA, achas que eu (e muitos outros) iria ao cinema ver o filme?

      Eliminar
    6. Acho que não estás a perceber-me e terei que ser ainda mais claro! Eu acho o produto caro mas posso compra-lo porque felizmente tenho poder de compra para isso (e já deixei bem claro que não se trata só de uma questão de preço!). Mas isso não me impede de ter sentido critico e de criticar o que considero errado. E não me considero um "fanboy" porque nunca fui dessas coisas mas neste caso é diferente porque sempre fui apaixonado por realidade virtual. E eu não acho que eu vá ser um "beta tester" apesar de a versão que irei receber ainda estar um pouco distante da versão ideal. Eu comprei DK2 e 2 versões de Gear vr e sei mais ou menos aquilo que estou comprando. DK2 era uma porcaria mas deixava antever muitas potencialidades. E Gear vr já tem uma qualidade de imagem muito melhor e sem trepidação quase nenhuma e só me desagrada por ter um campo de visão demasiado reduzido, comparado com DK2. Então suponho que o novo Rift tenha pelo menos conseguido ultrapassar os problemas de DK2. E nesse caso já poderá ser um produto muito bom! Assim espera-se que o novo Rift terá amplo campo de visão, boa qualidade de imagem (mesmo que ainda se possam vislumbrar alguns pixéis, espero que a muito custo!) e zero trepidação.
      Só lamento que Oculus não tenha agido de forma clara e honesta e nos tenha andado a enganar fazendo-nos acreditar que estavam a preparar um produto para as massas a um preço muito baixo (entre “350 e 400”). E afinal a realidade é que teremos um produto demasiado caro que só alguns poderão comprar. Por exemplo, tenho amigos brasileiros no Brasil e custa-me que não possam comprar porque por lá custa quase 3 vezes mais caro. Custa-me que tantas pessoas com quem tenho trocado impressões na internet sobre o novo Rift (que foram iludidas durante anos com falsas promessas) agora tenham de ficar de fora! E custa-me comprar um produto que afinal só estará nas mãos de alguns privilegiados!

      Eliminar
    7. Não estou muito a par, mas mesmo de longe me pareceu isso… há sempre os putos (de todas as idades)…

      O que interessa é que é um sério concorrente no mercado, quem quer, compra, quem não quer, não compra.

      @Bruno, se a Disney fizesse isso, ias na mesma!

      Eu só acho incrível como nos dias que correm a sociedade acha-se tão detentora de direitos que não existem. É o preço deles, chorem agora, chorem agora tudo. Melhor chorar agora que depois.

      Eliminar
    8. Acho a tua opinião meio estranha mas concluo que tou lixado contigo caso tenha cão ou não porque tu simplesmente és do contra!

      "O que interessa é que é um sério concorrente no mercado, quem quer, compra, quem não quer, não compra."

      Não me confundas com mais um descerebrado nem queiras á força toda que eu seja igual a ti! Tenho opiniões e senso critico, graças a Deus e penso pela minha própria cabeça. Bem sei que isso está fora de moda mas sou assim e vais ter q gramar!

      "quem quer, compra, quem não quer, não compra e cala a boca"

      Ahahahaha! Não me faças rir mais!

      "Eu só acho incrível como nos dias que correm a sociedade acha-se tão detentora de direitos que não existem. É o preço deles, chorem agora, chorem agora tudo. Melhor chorar agora que depois."

      Ahahahaha! Pareces a Isabel Jonet quando veio com aquela treta de que a culpa da crise em Portugal é nossa porque antigamente andavamos a gastar mais do que deviamos e achavamos que podiamos comer bifinhos todos os dias em vez de uma sardinha para 3 como no tempo da velha senhora! LOL

      Realmente dou-te razão e digo mais!
      Eu só acho incrível como nos dias que correm a sociedade acha-se tão detentora de direitos como se ter direitos fosse obrigatorio para todos! Era só o que mais faltava!

      LOL.

      Eliminar
  4. Agradeço que mantenham uma discussão objectiva e respeitando as opiniões diferentes. Ataques pessoais não serão tolerados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peço desculpa por ter exagerado. Mas fico sempre um pouco irritado quando leio certos comentários. E choca-me que as pessoas aceitem tudo com tanta naturalidade. Inclusive, ainda tem mais essa de os óculos custarem 599 dólares nos EUA e serem vendidos em Inglaterra por 599 Libras esterlinas. E considerando que a libra esterlina vale muito mais que o dólar significa que estamos pagando demasiado dinheiro (supostamente) em taxas. Mais de 200 euros (pelas minhas contas). Enfim, mas parece que toda a gente acha isso normal!

      Eliminar

[pub]