2016/02/20

Astrónomos detectaram atmosfera numa "Super-Terra" a 40 anos-luz


Parece que descobrir planetas em sistemas solares distantes já não é suficiente para entreter os astrónomos; agora dizem-nos que foram capazes de detectar e analisar a atmosfera num deles.

Poderia pensar-se que descobrir um planeta a orbitar uma estrela a dezenas ou centenas de anos-luz seria uma tarefa já bastante complicada, mas isso não parece impedir os cientistas e astrónomos que desejam sempre ir mais além. O planet 55 Cancri está relativamente perto nós, a "apenas" 40 anos luz, e é um dos planetas que é classificado como uma "Super-Terra" - um planeta rochoso de tamanho superior ao nosso (neste caso, cerca de 8 vezes maior que a Terra.)

Mas, o que o torna tão especial é que foi o primeiro em que os astrónomos conseguiram detectar a impressão digital espectral que revela a existência de uma atmosfera e a sua composição.

Infelizmente, não será um dos potenciais candidatos para onde eventualmente nos pudéssemos mudar em caso de necessidade. A sua atmosfera é constituída quase inteiramente por Hidrogénio e Hélio; e o planeta está tão próximo da sua estrela que um "ano" demora apenas 18 horas terrestres... para além de tal fazer com que as temperaturas à superfície possam atingir os 2000C. Será por isso melhor garantirmos que a nossa querida Terra se mantenha o mais saudável possível, para que por cá se possa permanecer durante mais alguns milhões de anos... :)


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]