2016/02/16

Google anuncia a morte do Picasa


O Google quer focar-se unicamente no Google Photos como ponto central da gestão das nossas fotos e vídeos, e por isso vem anunciar o fim do Picasa, que deixará de ser suportado já a partir de 15 de Março.

A morte do Picasa será uma má notícia para todos os que o usam e preferem ter uma ferramenta capaz de organizar as suas fotos de forma completamente offline; mas por outro lado é compreensível o desejo do Google de (finalmente e definitivamente) se dedicar apenas a um único serviço de fotos, em vez de manter serviços diversos com o mesmo propósito - como os Web Albums do Picasa.

A ideia é que a partir de agora os utilizadores passem a usar o Google Photos, embora possam continuar a aceder aos Picasa Web Albums já criados, mas sem a possibilidade de criar ou editar novos álbums, coisa que passará a ser feita exclusivamente no Google Photos.

Para além disso, a partir de 15 de Março o Google deixará de suportar o Picasa. Isto não impede que os utilizadores o continuem a utilizar como sempre fizeram até ao momento, mas não irá haver qualquer actualização daqui para a frente. Para os novos utilizadores, ou os que não quiserem utilizar software "defunto", o Google recomenda a utilização do seu "desktop uploader" que envia as fotos dos computadores para o Google Photos.

3 comentários:

  1. E que credibilidade terão as atuais e as futuras criações do Google ??? Para mim ZERO!

    ResponderEliminar
  2. O Picasa como organizador de fotos offline é muito bom. Não estou a ver o porquê de acabar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A chave está na palavra offline. Se está apenas nos PCs dos utilizadores não há qualquer vantagem para a google enquanto produto. Não há ads, que possam ser mostrados nem forma de vender esses dados.

      Eliminar

[pub]