2016/02/17

Mini PC Windows/Android por €75


Se procuram um computador super-compacto capaz de correr Windows 10 a preço reduzido, hoje trago-vos um candidato a ter em conta e que está disponível por menos de 75 euros já na Europa.

Este Cenovo Mini PC é um computador com CPU Intel Z3735F quad-core, 2GB de RAM e 32GB eMMC (+microSD para expansão de memória), duas porta USB 2.0, HDMI, Ethernet, Blueooth, WiFi, ficha micro USB, e que vem com Windows e Android. Tudo isto sem ventoinhas e num formato de 116x116mm e com 17 mm de altura, tornando-o numa máquina à medida para servir como media player, ou para qualquer outra função que não seja demasiado exigente.



Com este CPU e apenas 2GB de RAM não se poderão esperar milagres, mas será mais que suficiente para muitas aplicações, sendo provavelmente mais problemático tentar gerir o espaço disponível, que passará pela utilização quase obrigatória de um cartão de memória ou - para aqueles que pretenderem dar uso exclusivo ao Windows - reformatarem o sistema de modo a removerem a partição Android e ganharem alguns gigabytes de espaço adicional. (Se houver necessidade poderão reinstalar a imagem original com o sistema dual-boot.)

De qualquer forma será preciso ter em conta que se está a falar de uma máquina que está disponível por menos de 75 euros já no armazém Europeu, e que os pontos contra terão que ser equacionados face a este valor.

17 comentários:

  1. Podias pensar fazer uma review deste menino, para vermos como se comporta. Abr

    ResponderEliminar
  2. Acham que isto seria utilizável como mini-servidor Plex e de Ownclod estando ligado todo o dia e com um disco rígido externo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que deverá servir perfeitamente, desde que te mantenhas afastado de transcodings.
      Para servidor 2GB servem muito bem. O problema é se tentem usar como cliente... Abrir um browser com umas tabs e vai-se 1GB de RAM, correr o plex home theatre ou Kodi, mais umas centenas de MB..

      Eliminar
  3. 75€ para Linux..
    C/ windows será necessário adquirir a licença....

    ResponderEliminar
  4. Já viram o teclast x80hd, que custa menos que este mini PC e ainda tem ecrã, bateria e penso que windows licenciado? Como tem saída HDMI acaba por fazer tudo que este mini pc faz e muito mais, e sendo mais barato.
    Cumps.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para isso mais valia optar pelo Chuwi Hi8 que sempre vem com um ecrã de 1920x1200. :)

      Mas são coisas diferentes, há situações onde se poderá desenrascar com um tablet; há outras em que será preferível ter uma "caixa".

      Eliminar
    2. Atenção que o Chuwi Hi8 não tem saída hdmi, por isso não poderia funcionar como mini pc. Além que que já não tem no armazém europeu
      Já o Chuwi Vi8 e Vi8 plus (novo processador, mas sem android) têm saídas hdmi, mas ecrã com resolução mais baixa.
      Como o tablet não é muito maior que o mini pc não vejo em que situações pode ser preferível a "caixa".

      Eliminar
    3. Para usares como media center ou mini-pc é bem mais cómodo ter uma "caixa" do que um tablet pendurado em qualquer lado.

      Eliminar
    4. Para mim é igual, mas OK. Tanto faz ter um tablet como uma caixa pendurada ou pousada.
      Já não seria a mesma coisa se não fosse possível configurar a saída hdmi no tablet para todas as resoluções da TV/monitor, tal como pode acontecer no modo android (e acontece num tablet android que tenho), mas penso que em windows é sempre possível.
      A caixa, tendo o mesmo hardware que o tablet, mas sem ecrã, sem bateria nem ecrã e sem windows licenciado (tenho dúvidas se o teclast tem) deveria custar muito menos, e não mais que o tablet.

      Eliminar
    5. E um tablet com bateria a funcionar como mini pc tem a grande vantagem de ser resistente a pequenas quebras de energia, que podem ser muito aborrecidas para quem estiver a trabalhar...

      Eliminar
    6. Como digo, depende do que se pretende. Por exemplo, bastará quereres ter ligação à rede por cabo, que num tablet obrigaria logo a usar mais um adaptador usb, a juntar ao teclado e rato; e já nem falo na questão do aquecimento, que nestes mini-PC já é complicado, e mais o é num tablet, que potencialmente estará a carregar a bateria logo ao lado do CPU.

      Há situações onde um tablet é o ideal; há situações onde um tablet pode desenrascar como substituto de um mini-PC (com vantagens numas coisas, e desvantagens noutras); mas não é por isso que deixa de haver utilização para os mini-PC. :)

      Eliminar
  5. Finalmente uma alternativa x86 na mesma gama de preço que um RaspberryPI!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Boa. Interessa-me uma coisa destas para funcionar como uma espécie de VM. Sempre ligado para acesso via RDP.

    ResponderEliminar

[pub]