2016/03/30

Finanças anunciam browsers suportados - Chrome e Edge ficam de fora


Más notícias para quem usa o Chrome ou o MS Edge, a Autoridade Tributária já veio anunciar quais os browsers suportados para a entrega das declarações do IRS, e estes browsers não estão na lista.

Com a entrega das declarações do IRS a ter que ser feita obrigatoriamente pela internet, seria de esperar que o processo fosse o mais standard possível. Só que agora começa a fazer-se sentir o peso das opções (erradas) que foram tomadas, como a sua dependência no Java, cuja integração com os browsers é uma autêntica porta aberta a vulnerabilidades, e que levou a que o Chrome já tenha deixado de o suportar, assim como o mais recente Edge da Microsoft, e outros browsers estejam a planear o mesmo.

Por isso, a solução sugerida pelas Finanças para agora, passa pela instalação de um browser que ainda suporte Java. Embora, em sua defesa, também dêem a entender que reconhecem que a opção não é a ideal e que estão a trabalhar em soluções que permitam uma maior universalidade de utilização em todos os browsers e para todos os contribuintes.

Esperemos que desta vez façam as opções correctas - e já que estão a mexer nisto, porque não simplificarem também todo o ridículo e ultra-complexo sistema de impostos? Será que se justifica ainda toda esta burocracia? (E felizmente que actualmente a maior parte das coisas já fica pré-preenchida... como deveria ser.)


Segue-se o comunicado oficial:

Browsers suportados na entrega de IRS

A entrega eletrónica de declarações de IRS não é possível caso se esteja a utilizar as versões mais recentes do Google Chrome ou o Microsoft Edge. Para minimizar o impacto nos contribuintes, o processo de entrega de declarações de IRS foi alterado de forma a detetar que o contribuinte está a utilizar um browser que não suporta a tecnologia Java e nesse caso propor-lhe soluções alternativas que passam pela instalação de outros browsers gratuitos como o Internet Explorer, o Firefox, o Safari (para Mac OS X) ou a utilização da aplicação off-line de preenchimento da declaração do IRS.

Em meados 2015, alguns dos fabricantes de browsers internet anunciaram que iriam deixar de suportar a tecnologia NPAPI. Em consequência disso as versões mais actuais do Google Chrome e o Microsoft Edge não suportam as Java Applets utilizadas nas aplicações de suporte à entrega das declarações fiscais, que requerem processos complexos de introdução, edição e validação de informação, bem como mecanismos de segurança adaptados ao meio web.

A aplicação de recolha do IRS é uma aplicação com um elevado grau de complexidade, decorrente dos seus vários impressos, extensas regras de preenchimento e é aquela que se destina a um público mais numeroso, correspondendo à entrega de mais de 5 milhões de declarações. Atendendo a este contexto, à maturidade da nova tecnologia e à experiencia existente na AT no momento do inicio do desenvolvimento da aplicação de recolha do IRS, não foi possível promover a adoção de uma nova solução tecnológica a tempo de ser utilizada na recolha de declarações de rendimento do IRS em 2016, porque existiam sérios riscos para todo o processo de recolha e processamento das declarações.

A AT continua a trabalhar em soluções que possibilitem a utilização generalizada nos vários browsers de modo a garantir uma maior universalidade de utilização para todos os contribuintes.

8 comentários:

  1. Geralmente opto por fazer download da própria aplicação, já não fazia a entrega com recurso ao browser.

    Carlos, só um reparo: A entrega não é feita obrigatoriamente pela internet. Ainda existe entrega em papel só que este ano ambas as entregas são feitas em simultâneo.

    ResponderEliminar
  2. Já tiveram tempo de sobra para criar o java web start (javaws) da aplicação offline. Refazer tudo é outra história, até não critico a opção de usar uma linguagem "strongly typed" para este tipo de problemas.

    ResponderEliminar
  3. Com Firefox também não consegui. Só funcionava em ie.

    ResponderEliminar
  4. Daqui a 8 meses também deixará de funcionar com o Firefox.

    ResponderEliminar
  5. Hahahaha, ridículo. Pro ano só se pode entregar com um nokia 3310 por sms.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

[pub]