2016/05/10

Xiaomi apresenta o Mi Max com MIUI 8


A moda dos phablets começa a atingir dimensões preocupantes, mas para quem achar que as 6" são pequenas poderá recorrer ao novo Mi Max da Xiaomi com ecrã de 6.44" e que vem com o novo EMUI 8.

O Xiaomi Mi 5 esteve longo tempo no forno, demorando quase dois anos até ver a luz do dia. Com 5,2", está dentro do que o público em geral procura num smartphone. Já o Mi Max destina-se a um nicho de mercado, pensado para utilizadores que gostam de um ecrã de grandes dimensões. Apenas a lamentar o facto de tantas polegadas não terem direito a mais do que uma resolução Full HD com 342 ppp, que se poderão considerar insuficiente num equipamento com esta dimensão de ecrã.


Em termos de especificações é um terminal bem equilibrado para a gama média alta, apresentando-se em duas versões: Snapdragon 652 com 4GB/64GB ou 4GB/128GB e Snapdragon 650 com 3GB RAM/32GB para o modelo base. A bateria tem 4850 mAh, a câmara traseira 16MP e a frontal 5MP. O Mi Max pesa 203g, mas tendo em conta que se trata de um equipamento com corpo em metal e generosas dimensões, não é um valor exagerado, até porque a espessura se fica pelos 7,5mm. A Xiaomi chega a brincar coma situação, afirmando que o terminal até cabe no bolso das calças (caber cabe, agora ser confortável, já é outra conversa!)


Este terminal tem a particularidade de servir também de apresentação para o MIUI 8, a interface de eleição da Xiaomi. Nesta versão as novidades são o modo de poupança de energia, a possibilidade de impedir a execução de outras apps quando se tem uma determinada app a correr, detector de spam e mensagens fraudulentas, novo gestor de apps, inclusão de um scanner de QR codes na app da câmara (que também vem com editor de fotos), e temas dinâmicos que podem mudar a cor do sistema com base no estado do tempo. Esta versão irá está disponível para os Mi 2/2S/3/4/4C/4S/5/Max, e todos os Redmi e Mi Note. A fase beta começa em Junho.


Como é normal na política de vendas da Xiaomi, este terminal só vai estar disponível na China, ficando o mercado Europeu na dependência das lojas online, que têm sido a única forma de aceder ao produtos desta marca chinesa.


Os preços na China são os seguintes:
3GB RAM/32GB + Snapdragon 650 – RMB 1499 (202€)
4GB RAM/64GB + Snapdragon 652 – RMB 1699 (229€)
4GB RAM/128GB + Snapdragon 652 – RMB 1999 (270€)


Por: Luis Costa

5 comentários:

  1. Boa noite,
    EMUI é da HUAWEI e o MIUI da XIAOMI, no caso chega agora a versão 8 no EMUI está na versão 4.1 (ainda só P9). Nos dois casos baseados no android 6.

    ResponderEliminar
  2. O Huawei p8 Max também é assim, e vai ser a minha próxima compra!

    ResponderEliminar
  3. Sim, é MIUI claro (é o que dá o multitasking e a overdose de acrónimos. :)

    ResponderEliminar
  4. Haha muita notícia para mexer todos os dias...
    Escrevi esse comment porque me assustei, só quero é que a Xiaomi não desista nunca da Miui :)

    ResponderEliminar

[pub]