2016/07/19

Apple Watch sobrevive 6 semanas debaixo de água


A relação dos equipamentos eléctricos e a água raramente tem final feliz (mesmo quando se utilizam dispositivos que supostamente deveriam ser à prova de água), mas desta vez a Apple volta a ficar bem vista graças a um Apple Watch que, contra todas as expectativas, sobreviveu seis semanas debaixo de água.

Embora a Apple tenha melhorado a resistência dos seus produtos à água, continua a não fazer qualquer menção oficial quanto a essa capacidade. Agora, depois de os iPhone 6S já terem demonstrado serem capazes de resistir a banhos prolongados, foi a vez de um Apple Watch ter superado uma prova ainda mais abusiva, passando seis semanas debaixo de água.

Desta vez não se tratou de um teste propositado, mas simplesmente de um acidente, quando ao içar um barco o guincho bateu no relógio e o projectou para o fundo do lago. Sem equipamento de mergulho, o seu dono lá se conformou e deu-o por perdido, e mais tarde comprando um Apple Watch usado. Mas passadas seis semanas, quando regressou ao "local do crime" - e desta vez com equipamento de mergulho, o seu filho adolescente decidiu tentar a sorte e procurar pelo Apple Watch, que veio a descobrir, já coberto de algas e completamente oxidado.

Depois de limpo, não custava tentar a sorte novamente e ligou-o ao carregador, e qual a sua surpresa quando viu o ecrã acender-se a indicar a carga, e mais tarde revelar que o Apple Watch continuava a estar funcional, incluindo os botões. As únicas baixas detectáveis foram a coluna e o microfone... mas mesmo assim, para seis semanas debaixo de água, não deixa de ser notável.

Pessoalmente, fiquei surpreendido com a rapidez que o "acabamento" do Apple Watch ficou oxidado e com aspecto de relíquia vintage. Assim até nos obriga a dar mais valor aos artefactos arquelógicos que que resistiram centenas (ou milhares) de anos debaixo de água e ainda permanecem reconhecíveis.

1 comentário:

[pub]