2016/07/09

As placas gráficas "gastam-se"?


Com o passar do tempo é inevitável que os nossos computadores pareçam ficar mais lentos. Será que uma placa gráfica com alguns anos de uso é realmente mais lenta que uma acabada de sair da caixa? É o que vamos descobrir hoje.

O sentimento de que o computador está a ficar mais lento com o passar do tempo é algo que afecta todos os programas em geral, mas que se torna mais notório nos jogos de computador. Para tirar as dúvidas, hoje trago-vos um vídeo que faz uma experiência curiosa: compara uma velha GTX 480 com alguns anos de uso (e abuso) com uma GTX 480 completamente nova.

Como a maioria das pessoas já saberá, não há qualquer diferença entre uma placa gráfica "usada" e uma nova; pois o desempenho de um GPU - tal como o de um CPU - não é algo que se degrade com o tempo. Sim, é mais provável que um chip com vários anos a funcionar venha a avariar mais cedo que um completamente novo, mas isso não invalida que hardware com vários anos continue a funcionar por mais umas décadas, enquanto que um chip saído da caixa possa vir a ter problemas mais cedo.

A culpa da "lentidão" tem quase sempre a ver com o acumular de software ao longo dos anos, e que mesmo quando é desinstalado deixa, muitas vezes, "restos" no sistema que contribuem para uma redução gradual que, mesmo sendo imperceptível caso a caso, lá acaba por se ir acumulando ao ponto de começar a ser notória. Nesses casos, nada como uma reinstalação completa do sistema, para garantir que tudo volta a estar em forma.


3 comentários:

  1. Bastava perguntar a alguem que tenha jogado o mesmo jogo durante anos a fio. Quem por exemplo, tenha jogado a mesma versão do CS durante vários anos com o netgraph ligado, sabe logo a resposta a isso :p

    (minha bela RivaTnT 2)

    ResponderEliminar
  2. Apesar de a capacidade de processamento do hardware após algum tempo ser a mesma, a verdade é que o computador fica mais lento. A causa é sobretudo a evolução do software ao longo desse tempo que com as actualizações que vão tendo vão exigindo mais recursos. Actualmente, onde mais se nota isso é na navegação web pois para além das constantes actualizações e adições de capacidades nos browsers, também os próprios sites tendem a ter conteúdos que necessitam de uma maior capacidade de processamento para serem acedidos.
    De uma forma resumida, não é o hardware que fica mais lento, é o software que se torna mais exigente.

    ResponderEliminar
  3. Existe algo que pode tornar o hardware mais lento com o passar do tempo: pó e sujidade. Se o fluxo de ar sobre os dissipadores for menor, o aquecimento será inevitavelmente maior e o desempenho ficará comprometido. (o mesmo para o estado da pasta térmica que liga os chips aos dissipadores.)
    Claro que uma boa limpeza pode restaurar a situação a níveis originais, e aí sim, teremos motivos para dizer que o desempenho será idêntico.
    E isto é apenas a nível de hardware, porque no software a conversa será obviamente outra.
    Cada vez mais os PCs serão como os automóveis: sem manutenção periódica a máquina arrasta-se.

    ResponderEliminar

[pub]