2016/07/18

Browser Maxthon apanhado a enviar dados dos utilizadores para a China sem o seu consentimento


Um dos mais populares browsers menos conhecidos - o Maxthon - vê-se envolvido em polémica depois de ser apanhado a enviar dados dos utilizadores para a China, mesmo quando esses utilizadores escolheram não partilhar qualquer informação com os criadores do programa.

O Maxthon pode ser desconhecido da maioria das pessoas, mas é um dos mais populares browsers entre aqueles que não utilizam nenhum dos browsers mais famosos (Chrome, IE, Firefox, Opera, Safari). Aliás, as suas origens remontam a uma versão que se limitava a usar o IE mas aplicando-lhe um interface com inúmeros aspectos inovadores que posteriormente viriam a ser copiados por outros - como a possibilidade de realizar operações mediante gestos feitos com o rato; ou guardar as múltiplas páginas que se tivessem abertas em caso de crash do browser, para as podermos recuperar.

Como grande parte dos browsers, também o Maxthon dá aos utilizadores a opção de contribuírem para o desenvolvimento do mesmo partilhando dados sobre a sua utilização com os criadores do browser (uma empresa chinesa com o mesmo nome); mas investigadores descobrirem que essa partilha de dados, que inclui coisas como as pesquisas que fizeram em motores de busca, está a ser feita mesmo no caso em que os utilizadores optaram por não enviar quaisquer dados.

Para além do mais, esses dados são enviados usando uma encriptação fácil de ultrapassar, o que deixa os utilizadores expostos não só aos criadores do Maxthon mas também a quem tiver a capacidade de interceptar essas comunicações, assim ganhando acesso a potenciais dados privados.


Tendo sido um grande fã e utilizador do Maxthon durante muitos anos (desde os tempos em que ainda era conhecido como MyIE2), é com tristeza que vejo situações como esta, que se arriscam a destruir numa questão de semanas a (boa) reputação que demorou anos a conquistar.

1 comentário:

  1. Também uso o maxthon desde a versão MyIE2 e estou ancioso pela versão 5
    É pena que estas coisas aconteçam
    Espero que seja resolvido porque não gostaria de deixar de o usar

    ResponderEliminar

[pub]