2016/08/26

As 7 melhores novidades do Android 7.0 Nougat


Embora o mais recente Android 7.0 Nougat ainda vá demorar o seu tempo até chegar à maioria dos utilizadores, eis algumas das coisas que poderão esperar quando chegar (algo que pode já ter acontecido, ou acontecer em breve, caso tenham um Nexus.)



1. Modo Doze poupa energia mesmo em movimento

O modo Doze foi estreado no Marshmallow, fazendo milagres na poupança de bateria quando se deixa o smartphone parado. No Nougat, essas poupanças vão ainda mais longe, sendo aplicadas mesmo quando o smartphone está em movimento (nos bolsos ou dentro de uma carteira ou mochila). Só quando o "acordarem" é que ele regressará ao modo normal.

Interrogo-me se não seria bem mais simples estar sempre em modo de poupança de energia sempre que se desligasse o ecrã?

2. Modo de poupança de dados Data Saver

Como o limite de dados é algo com que temos que conviver nos tarifários mobile, o Nougat vem dar uma ajuda. Quando se começa a chegar perto do limite de dados definidos em Settings->Data Usage o Nougar passará a recomendar a activação do modo Data Saver, que impede que as apps em background utilizem dados móveis.

... Não se preocupem que é possível criar excepções a esta regra, para apps que se queira sempre com acesso aos dados.

3. Duplo toque no overview salta para a última app aberta

O processo de alternar entre duas apps passa a ser muito mais simples, bastando fazer um duplo toque no botão das apps recentes (agora chamado "overview). É o equivalente ao ALT+TAB do Windows (ou combinações equivalentes noutros sistemas). Para aquelas situações em que se tem que andar a fazer copy-paste entre duas apps, ou qualquer outra situação onde tal seja necessário... passam a estar a um prático duplo-toque de distância.

Ou então...

4. Modo multi-window

Ter duas apps lado a lado passa a ser possível no Android 7.0 "de raiz" (sendo que muitos fabricantes já tinham implementado sistemas multi-window nos seus Android há bastante tempo). Para isso basta pressionar continuamente o botão overview, e a app actual encolhe-se para metade do ecrã, permitindo-nos abrir outra app - e também ajustar o espaço atribuído a uma ou outra app.

5. Silenciar notificações

O sistema de notificações sofreu grandes alterações, com agrupamento de notificações e acções imediatas (como responder a uma mensagem), mas uma das novidades que poderá ser mais útil é a possibilidade de silenciarmos notificações de apps demasiado intrusivas directamente a partir da notificação. Basta fazer um long-press em cima dela, e teremos acesso a essas opções (que anteriormente estavam escondidas "algures" nas muitas definições que o Android tem).

Se visitarem o  System UI Tuner até podem ajustar manualmente a prioridade de cada app, de modo a dizer se as suas notificações são de nível 0 (nunca serem exibidas) ou de nível 5 (prioritárias, no topo da lista e sempre exibidas).

6. Um File Manager decente

Embora não chegue a um Solid Explorer, o gestor de ficheiros do Nougat passa finalmente a não ser uma "vergonha" e dá acesso a todo o tipo de funções que se esperariam, como mover ficheiros, criar pastas, e até permite manter várias instâncias abertas para mais fácil navegação entre pastas diferentes (no Marshmallow o gestor limitava-se a deixar-nos ver os ficheiros e fazer cópias.)

7. Contactos de emergência e informação médica

Nos casos de imprevistos, o Nougat permite-nos adicionar contactos de emergência e informação médica relevante em Settings-> Users-> Emergency Info, que poderão ser acedidos mesmo num smartphone bloqueado (ter em conta que mesmo sendo informação que ficará disponível para quem tiver acesso físico ao smartphone, esta informação não está exibida directamente no lockscreen, sendo necessário ir à secção que permite fazer as chamadas de emergência.)


... Ok, há uma novidade "bónus" que merece destaque especial:

8. Fim da "optimização de apps" após as actualizações e instalação de apps muito mais rápida

Este problema poderia não ser muito grave para grande parte dos utilizadores - por provavelmente nunca receberem uma actualização! - mas para aqueles que as vão recebendo, era incrivelmente frustrante que, depois do processo de actualização, se tivessem que esperar dezenas de minutos, ou até horas, enquanto o seu smartphone ficava a "optimizar as apps".

Agora o Android usa um sistema híbrido que é capaz de executar e compilar as apps apenas quando vão ser executadas pela primeira vez, de forma transparente (e rápida) - pelo que não há mais atrasos após o processo de instalação.

A própria instalação e actualização de apps é também substancialmente mais rápida, acabando com aquela irritação de descarregar uma app com alguns megabytes em poucos segundos, e depois ficar dezenas de segundos à espera que a mesma fique efectivamente instalada.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]