2016/08/01

Nvidia passou a usar rendering tile-based - provando que as PowerVR tinham razão


Depois de, durante anos, ter sido o hardware "desktop" a servir de referência para o que fazer no sector mobile, assistimos agora ao processo inverso, e nem os GPUs escapam - com a Nvidia a recorrer a um sistema de rendering mais eficiente e que já tinha sido proposto no século passado pela PowerVR.

Quando começaram a aparecer os primeiros GPUs, a PowerVR implementou forma de rendering que dividia o ecrã em pequenos quadrados, e que prometia uma maior eficiência e facilidade em aumentar o paralelismo para melhorar o desempenho. No entanto, era uma técnica que não ia ao encontro daquilo que os programadores da altura estavam habituados a fazer, e o sistema acabou por falhar face aos GPUs da 3DFX, que embora menos eficientes, estavam orientados para o rendering tradicional.

O caso foi diferente no segmento mobile, onde a eficiência fala mais alto e os GPUs PowerVR têm demonstrado aquilo que valem; e agora, parece que finalmente se comprova que o tile-rendering era realmente a melhor opção, pois a Nvidia terá secretamente optado por esta tecnologia nos seus novos GPUs.

Dá que pensar... e se logo na altura o sector se tivesse rendido às vantagens deste sistema em vez de seguir pelo caminho que seguiu?

1 comentário:

  1. Pode estar aí a razão para a maior eficiência dos GPUs da Nvidia versus os da AMD.

    ResponderEliminar

[pub]