2016/09/05

Carros sem condutor terão ecrãs para informar peões e condutores humanos?


A evolução para os carros sem condutor promete acabar com as filas de trânsito e criar redes de transportes muito mais eficientes, mas há muitos pormenores que falta resolver... como a sua capacidade de comunicação com os humanos com quem terão que continuar a partilhar as estradas.

Não há dúvidas de que os veículos autónomos serão excelentes a navegar em vias que estejam reservadas apenas para veículos (como as auto-estradas), mas quando se trata de circular por cidades e estradas locais, as complicam-se imensamente. Embora os condutores humanos possam ter muitas falhas, a mera existência de um condutor implica que automaticamente se tenha alguém com quem se possa comunicar, mesmo que isso seja feito com um simples olhar - por exemplo, na altura de um peão atravessar uma passadeira. Retire-se o condutor... e isso deixa de ser possível.

É por isso que há empresas a trabalhar em sistemas de condução autónomos que integram também um painel informativo no tecto dos veículos, que permitirá informar peões e condutores das suas intenções. Em vez de um peão se aventurar a atravessar a estrada, esperando que os sensores do carro sem condutor o detectem, o próprio carro poderá informar que o detectou e que está à espera que atravessem a rua, por exemplo.

É que, mesmo que se chegue a um ponto em que todos os carros dispensem condutores - e onde potencialmente até se possa tornar ilegal conduzir manualmente a não ser em situações excepcionais - há que relembrar que estes veículos terão que saber interagir com os imprevisíveis humanos. Claro que essa imprevisibilidade irá continuar a dar grandes dores de cabeça a todo e qualquer sistema de condução autónoma, mas aos poucos lá nos iremos aproximando do tal sistema "perfeito" de transportes que nos permita chegar a todo o lado de forma económica, eficiente, e segura.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]