2016/09/01

Google acaba com a linha Nexus este ano?

Depois de nos ter habituado a esperar, ano após ano, com modelos Nexus que serviam como equipamentos de referência para a plataforma Android, a Google parece preparar-se para dar essa era como terminada, com uma nova estratégia para o futuro.

Segundo alguns relatos, o Nexus 5X e 6P de 2015 poderão vir a ser os últimos equipamentos da linha Nexus. Mas calma, pois não há motivos para entrar em pânico; continuaremos a ter novos smartphones da Google a cada ano, mas que deverão adoptar uma nova designação... provavelmente tornando-se nos "Google phones" que em tempos se falava.

À primeira vista, parece uma má opção. A linha Nexus já dispensa apresentações e tornou-se numa imagem de marca para todos os que pretendem um Android inalterado e com garantia de actualizações atempadas vindas directamente da Google. Então... em que estará a Google a pensar?



A medida poderá fazer mais sentido tendo em consideração algumas das coisas ditas por Sundar Pichai, de que a Google iria passar a ter uma palavra mais marcante quanto ao design dos seus produtos. Isto, a par de alguns leaks e rumores que têm surgido, fazem pensar que a Google se prepara para diferenciar os seus smartphones Android do Android "puro" que conhecemos.

Tal como várias marcas aplicam as suas modificações ao Android como forma de se diferenciarem da concorrência, parece que também a Google poderá entrar por um caminho idêntico, adicionando funcionalidades específicas aos seus smartphones. Uma medida que permitirá manter o Android como base de sustentação da plataforma, mas que complicará a vida a quem simplesmente quiser aproveitar-se do seu trabalho sem dar nada em troca (se bem que, nesta fase, praticamente apenas as marcas chinesas de menor dimensão utilizam o Android sem grandes alterações - todas as grandes marcas investem nos seus launchers específicos.)

Espera-se que a Google revele os seus novos dispositivos nas próximas semanas, provavelmente logo após a apresentação do novo iPhone 7 a 7 de Setembro, e nessa altura saberemos se realmente a Google decidiu matar a linha Nexus.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]