2016/09/28

Occipital quer misturar realidade e VR


A Realidade Virtual tem dado muito que falar, mas é preciso relembrar que estamos numa fase "pré-histórica" e que ainda muito há por fazer. Dito isto, há empresas que já nos vão mostrando as potencialidades do que se virá a tornar comum no futuro.

Nesta fase, chamamos VR a sistemas que se limitam a deixar-nos olhar em qualquer direcção sem nos movermos, ou que nos deixam mover um espaço bastante reduzido. Para a Occipital, o futuro é muito mais alargado, e propõe a utilização de um sensor 3D que pode reconhecer o ambiente em seu redor, e recirar o mundo virtual de forma a que contenha objectos virtuais que ocupem o volume daqueles que temos na realidade.

Com este sistema não correríamos o risco de ir contra uma cadeira ou mesa quando se estivesse a ver o mundo virtual, porque esses obstáculos poderiam "materializar-se" no campo de visão se nos aproximarmos demasiado deles (nos HTC Vive também é feito algo idêntico mas de forma mais básica, com paredes virtuais que nos relembram os limites da área em que nos podemos movimentar.)

A ideia é excelente, e o único risco que corre é a possibilidade de se tornar "desnecessária" caso os milagrosos Leap Motion venham a concretizar tudo aquilo que têm vindo a prometer.




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]