2016/09/11

Volvo já produziu o primeiro XC90 autónomo do projecto Drive Me


Para quem pensasse que os automóveis autónomos seriam algo que ainda estaria a décadas de distância, vão surgindo coisas que parecem demonstrar que isso poderá chegar mais depressa do que pensa: e a Volvo parece empenhada em ser uma das marcas na linha da frente para isso.

Não é segredo que a Volvo é uma das marcas que mais tem investido nas tecnologias de segurança (muitos dos seus carros já travam sozinhos para evitar colisões e atropelamentos), e a marca também já definiu uma ambiciosa meta que pretende que ninguém morra ou fique seriamente ferida a bordo de um Volvo a partir de 2020. Mas o projecto Drive Me vai ainda mais longe, e promete que, para 2021, os automóveis possam circular sozinhos em total segurança.

O Volvo XC90 que saiu da linha de produção em Torslanda, é o primeiro de uma série de veículos autónomos que serão utilizados nas estradas públicas de Gotemburgo, e marca de forma oficial, o início do Projeto Drive Me da Volvo. Após a saída da linha de produção, os automóveis do projeto Drive Me passarão por uma rigorosa fase de testes para assegurar que a tecnologia de condução autónoma funciona exactamente como é suposto funcionar. Após a fase de testes, que será monitorizada pelas equipas de engenheiros da Volvo, os automóveis serão entregues aos clientes que farão parte do projecto.

O projecto Drive Me em Gotemburgo será o primeiro de uma série que a Volvo tem previsto realizar em estradas públicas com estes automóveis. No próximo ano o programa será lançado em Londres, e também está previsto chegar à China nos anos seguintes.


... Não será por acaso que a Uber escolheu os Volvo XC90 para o seu programa piloto de veículos autónomos em Pittsburgh.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]