2016/10/17

Jogador gasta 2 milhões em jogo gratuito - e faz boicote ao mesmo


Os jogos free-2-play já demonstraram a sua viabilidade, mas a par disso surge também um curioso efeito secundário, devido aos jogadores que podem gastar uma significativa quantidade de dinheiro nestes jogos - e com isso exigindo um tratamento a condizer.

Stephen Barnes poderia ser um senhor de 59 anos igual a tantos outros, só que rapidamente percebemos que essas semelhanças terminam ao se saber que ele já gastou mais de 2 milhões de dólares num jogo gratuito - o Modern War - que a maioria das pessoas poderia considerar "rasca". Demonstrando que um jogo não se mede apenas pelos seus gráficos, Stephen é o líder um dos clãs mais antigos e bem posicionados no jogo, e que face ao investimento já feito, não gosta de ver os developers do jogo a tomarem decisões unilaterais que prejudicam todos os jogadores.

Nos jogos free-2-play a ideia do jogo gratuito é relativa. É certo que os jogadores os podem jogar sem gastar um cêntimo, mas a fórmula mágica consiste em encontrar o equilíbrio entre manter o jogo interessante para quem não paga... e suficientemente viciante e competitivo para que consigam fazer com que alguns paguem - sendo que pessoas como Stephen Barnes são um autêntico jackpot. Mas esse investimento vem acompanhado de outras responsabilidades.

Se um jogador que nunca gastou um cêntimo poderá não se incomodar por ver o developer a fazer alterações ao jogo, mudando características ou até removendo certos elementos, as coisas são completamente diferentes para aqueles que investiram muitos milhares de dólares em coisas que foram compradas com base num pressuposto que depois é alterado e faz com que o "investimento" já não fizesse qualquer sentido. Foi isso e a falta de comunicação dos criadores do jogo com os jogadores que levou Stephen a organizar um boicote, no qual mais de 144 equipas, incluindo 22 do top 25, acordaram em não gastar mais um cêntimo que fosse neste jogo...

A medida parece ter resultado, pois muitos jogadores dizem que a Gree, developer do jogo Modern War, já tem tido maior preocupação em explicar as alterações aos jogadores, e também feito reembolsos nalguns dos casos mais críticos.

... O que não deixa de ser curioso é que, por 2 milhões de dólares, Stephen Barner poderia muito bem ter contratado uma pequena equipa de developers e feito um jogo bem melhor que este Modern War. ;P


P.S. Se temos pessoas a gastar milhões de dólares neste jogo, nem quero saber quanto é que terá gasto o maior "investidor" do Clash of Clans ou Clash Royale.

2 comentários:

  1. What the freak. Deux milhones? Nem consigo acreditar.

    ResponderEliminar
  2. What the freak. Deux milhones? Nem consigo acreditar.

    ResponderEliminar

[pub]