2016/10/18

Samsung dá início à produção de chips de 10nm


A Samsung adianta-se à Intel e outros produtores, e anuncia o início da produção em volume de chips com tecnologia de 10nm.

As dificuldades em criar circuitos electrónicos com elementos de tamanho cada vez mais reduzido têm aumentado (ao ponto de já se ter ditado o fim da Lei de Moore) mas a Samsung quer estar na linha da frente do que é possível fazer-se actualmente, e torna-se no primeiro produtor a anunciar o início da produção em larga escala de chips com tecnologia de 10nm - um tamanho apenas 50x maior que um átomo de silício.

Em comparação com os chips de 14nm, o simples processo de produção em escala mais pequena deverá permitir um desempenho 27% superior e poupanças de 40% no consumo de energia; pelo que facilmente se perceber o atractivo de adoptar esta tecnologia quanto antes. Um dos primeiros clientes da Samsung a tirar partido disto deverá ser a Qualcomm, esperando-se que o seu novo Snapdragon 830 seja feito pela Samsung; para além dos próprios chips da Samsung, obviamente.

Tratando-se de uma nova tecnologia, vamos esperar que não haja imprevistos (que a Samsung não está em posição de enfrentar nesta fase "Galaxy Note 7") quando os primeiros chips começarem a chegar ao mercado no início de 2017. Se tudo correr bem, esta vantagem dos 10nm poderá ser um importante trunfo para que a Samsung reconquiste a confiança do mercado quando apresentar a sua próxima geração de smartphones.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. A Samsung não é só smartphones. Em 2015 tiveram lucros de algo como 21 mil milhões de euros (se não me enganei nas conversões dos "triliões" deles.)
      https://news.samsung.com/global/samsung-electronics-announces-fourth-quarter-fy-2015-results

      Mesmo que o Note 7 represente um rombo de alguns milhares de milhões, é (muito) doloroso mas está longe de ser apocalíptico. :)

      Eliminar

[pub]