2016/10/26

Samsung limita carga dos Note 7 na Europa a 60%


A Samsung já recolheu dois terços dos Galaxy Note 7 vendidos na Europa, e agora vai lançar uma actualização que limitará o carregamento da bateria a 60% para prevenir mais casos nos modelos que ainda não foram devolvidos.

Esta táctica já tinha sido utilizada anteriormente para o lote de Galaxy Note 7 originais, na altura em que estavam a ser substituídos pelos novos modelos que se pensavam estar livres do problema das baterias a explodir (coisa que infelizmente não se veio a comprovar), e volta a ser aplicada novamente, agora para todos os modelos.

A actualização que limita o nível de carga a 60% começará a ser enviada para os equipamentos já a partir de 31 de Outubro, e com esta medida a Samsung espera conseguir incentivar os utilizadores a devolverem os seus Note 7 (mesmo aqueles que prefeririam arriscar e mantê-los) e simultaneamente minimizar o risco de novos incidentes - sendo que até à data ainda se continua a tentar perceber a verdadeira origem do problema.

Esta medida junta-se a outras, que incluem o envio de notificações a alertar os utilizadores para a necessidade de devolverem os seus Galaxy Note 7. Os clientes têm a opção de receber o valor total do equipamento ou escolherem um outro smartphone Samsung Galaxy alternativo, com reembolso da diferença do valor (e que na Coreia do Sul também dará acesso a troca para o Galaxy S8 ou Note 8 por 50% do valor.)

1 comentário:

  1. Pensava que não tinham vendido nenhum:
    - O dia em que eram para ser postos à venda na Europa foi o mesmo em que foi anunciada a recolha e substituição pelo Note 7 da nova bateria
    - Foi indicada nova data para serem postos à venda na Europa (vinte e tal de outubro), mas antes, por volta de 10 de outubro, pararam as vendas (e as substituições) passando a recolha geral.

    ResponderEliminar

[pub]