2016/11/21

Google cortou o acesso a quem revendeu os Pixel para ter lucro


Hoje em dia já se tornou uma tradição comprar produtos apetecíveis acabados de lançar, para os revender com lucro nessa fase inicial de maior procura. Só que no caso dos Pixel, a Google fez alguns destes "entrepreneurs" entrarem em pânico, ao bloquear o acesso às suas contas Google.

Estão a imaginar o que seria chegarem a um computador e descobrirem que não podem fazer login na vossa conta Google, e consequentemente não ter acesso ao email, aos hangouts, aos documentos no Google Drive, às suas fotos e vídeos, etc? Para quem utiliza principalmente os serviços do Google será uma situação apocalíptica, e no entanto foi isso mesmo que a Google fez a diversas pessoas que terão estado envolvidas num esquema de compras em quantidade dos Pixel com o intuito de os revender.

A Google refere que muitas destas contas foram contas secundárias criadas unicamente com o propósito de comprar os Pixel, e que as condições de venda proíbem expressamente a compra com a intenção de os revender comercialmente. Mas o que é certo é que a medida parece ter afectado também alguns utilizadores que são vítimas colaterais de todo este processo, e neste momento a Google diz que já está a reactivar o acesso aos utilizadores afectados.

Seja como for, é um incidente que nos vem relembrar o peso que os serviços da Google (ou outros) têm na nossa vida; e que a qualquer momento, quer seja por desconhecimento ou por acidente, qualquer pessoa se arrisca a poder ver a sua identidade digital ser-lhe "roubada". Mesmo que tudo não passasse de um mal entendido, imaginem o que seria passarem dias ou semanas a tentarem chegar a alguém que pudesse avaliar a situação (se é que o conseguiam) - e a esperar que a explicação fosse suficiente para resolver o problema. Num caso como este, de perder o acesso à conta Google, nem sequer poderiam aceder à ferramenta de Takeout que permitiria descarregar todos os vossos conteúdos.



Por via das dúvidas, por muito que gostem de confiar nas "clouds", não será mal pensado manterem backups locais - ou pelo menos, em diferentes serviços de cloud que não dependam apenas de uma única empresa. Se bem que, num caso assim, em que perderiam o acesso à conta de email principal que usavam para todos os demais serviços... nem quero imaginar na dor de cabeça que seria tentar recuperar as contas em todos eles - isto para não falar naqueles serviços em que o email serve de identificação e nem é possível alterá-lo.

Enfim, como dizia no início, é um verdadeiro apocalipse digital - daqueles que me faz ter vontade de nem sequer quer contemplar todas as consequências, sendo que seria mais fácil simplesmente desistir de aceder à internet! :)

2 comentários:

  1. Lol, quer dizer,e os compradores é que ficam com a conta deles barrada totalmente, nem acesso ao e-mail, nem aos ficheiros, nem nada!

    Isto é inacreditável, se fosse a Apple a fazer o mesmo, era moer o assunto durante meses, 500 artigos de opinião anti-Apple, etc.

    Tristeza!

    ResponderEliminar
  2. se fosse a apple...

    se fosse a apple...

    se fosse a apple...

    ResponderEliminar

[pub]