2016/11/10

Google não quer carregadores rápidos proprietários nos Android


Depois de ter começado a fazer exigências quanto aos controlos de volume aplicados nos headphones para Android, a Google volta-se também para os sistemas de carregamento rápido e dá a dica aos fabricantes para que se mantenham dentro dos sistemas standard.

A Google deixa já o aviso aos fabricantes de que no futuro poderá tornar obrigatória a compatibilidade com o standard de carregamento oficial do USB Type-C, o que de forma indirecta é um sinal para que deixem de apostar em sistemas proprietários (como o Quick Charge da Qualcomm) que utilizam sinalizações diferentes na ficha e podem criar um cenário apocalíptico no futuro, onde se têm carregadores que apenas funcionam bem com determinados smartphones.

A transição para o USB Type-C não tem sido pacífica, e já tivemos inúmeros casos de problemas de implementação que contrariam os standards - isto para não falar nos carregadores e cabos que podem destruir completamente os equipamentos.

Se vamos apostar no USB-C como formato para o futuro, e que permite tanto as ligações de dados como carregamento de alta potência, o mínimo que se pode fazer é que não haja o receio de alguém ligar o dispositivo errado ao carregador errado com um cabo errado. Tem que estar garantido que todos os dispositivos USB Type-C funcionarão com todos os restantes... nem que seja à custa da ameaça de, quem não o fizer, se arrisca a poder deixar de utilizar Android nos seus equipamentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]