2016/12/19

Tesla e a era dos bugs nos automóveis


As piadas que faziam comparações sobre como seriam os carros se a sua evolução fosse idêntica à dos computadores começa infelizmente a tornar-se realidade, e nem as vedetas do YouTube escapam a problemas com os seus carros de sonho.

Marques Brownle (também conhecido por MKBHD) é um YouTuber de sucesso com mais de 4.1 milhões de subscritores, e que durante muito tempo foi partilhando o seu desejo de comprar um Tesla - desejo que foi adiando quando surgiram os rumores de que estaria para sair um novo P100D, mas que finalmente concretizou. Só que esse grande objectivo está a tornar-se numa aventura inesperada... ao ponto de Brownle já nem ter coragem de conduzir o seu Tesla topo-de-gama.

Com apenas poucos dias, o seu Tesla bloqueou a direcção durante uma manobra de virar à esquerda, tendo posteriormente regressado ao normal apenas para bloquear por diversas vezes alguns minutos mais tarde. O carro indicou uma anomalia no sistema da direcção e foi para reparação; sendo que este não é o primeiro, nem único caso da relatos de bugs com os Tesla.

O problema é que, alguns milhares de quilómetros depois, o mesmo volta a acontecer - novamente com o bloqueio da direcção ao virar à esquerda - e a certo ponto tendo sido necessário necessário engrenar a marcha atrás para "desbloquear" a direcção. E claro está que, neste momento, torna-se complicado acreditar que, qualquer que seja a reparação feita, isto não volte a acontecer no futuro... potencialmente com consequências bastante nefastas. Bastará imaginar o que seria isto acontecer caso se estivesse a circular a velocidades elevadas; ou no meio de trânsito intenso; ou em muitas outras situações (na estrada será mais provável as coisas correrem mal, do que termos a sorte de correrem bem.)

Poderá muito bem ser um caso excepcional e único, mas de pouco consolo isso servirá para quem gastou uma pequena fortuna no seu carro de sonho, um dos mais avançados tecnologicamente no mundo, e que em vez de proporcionar um descanso adicional ao conduzir, nos deixa a pensar continuamente se da próxima vez que virarmos o volante para a esquerda, poderá ser a última vez que o fazemos.

4 comentários:

  1. Oh puxa vida... Que notícia...
    Acho que o meu primeiro carro elétrico (se alguma vez conseguir vir a possuir um), há de ser daqueles mais básicos, assim quase tipo troley de golf...
    Desde que acelere e ande, será ótimo.

    ResponderEliminar
  2. Parece-me faltar uma parte importante no artigo, em que a Tesla lhe deu outro carro de aluguer exactamente igual e enviaram um engenheiro para analisar o que se passava com o carro actual, e para corrigir o problema.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa "importância" é relativa... considerando que é um problema que poderia ter tido consequências fatais, e que supostamente já teria sido corrigido da primeira vez. Isto é... se já corrigiram e o problema voltou, que confiança se tem que agora será diferente?

      Dito isto. De referir que os problemas não são exclusivos da Tesla (conheço pessoalmente casos de BMWs que também trocaram colunas de direcção na primeira semana; Audi que partiram o motor nos primeiros 1000km, e Mercedes que ficaram sem sistema eléctrico logo no primeiro mês)... A diferença é que se está a passar de problemas de hardware para bugs de software que serão potencialmente muito mais complicados de resolver (a começar por aqueles que só acontecem ocasionalmente e não se conseguem reproduzir para demonstrar.)

      Eliminar

[pub]