2017/01/08

Google remove AdNauseam da Chrome Web Store


A Google decidiu remover a extensão AdNauseam - o "AdBlocker" que subverte o funcionamento do tracking na web clicando em todos os anúncios de todas as páginas visitadas - da Chrome Web Store, e nem sabe explicar muito bem porque é que o fez.

Normalmente, um adblocker funciona escondendo a publicidade de uma página web e bloqueando também o carregamento de todo o tipo de scripts ou sistemas que façam o tracking dos utilizadores. No caso do AdNauseam a táctica é diferente: consistindo em clicar em todos os anúncios das páginas que se visitarem, assim evitando que os sistemas de tracking saibam aquilo que nos interessa, pois nos registos parecerá que estamos interessados "em tudo".

A diferença, para o lado da Google e demais empresas envolvidas na apresentação de publicidade e tracking, é que enquanto um adblocker convencional apenas as faz perder um potencial "cliente", com o AdNauseam têm que arcar com o custo desses cliques, e que para todos os efeitos se poderão considerar cliques fraudulentos.

Mas a verdade é que a Google parece ter ficado tão baralhada com este caso que nem sequer deu isso como justificação, optando por justificar a remoção do AdNauseam da Chrome Web Store com o argumento de que uma extensão deve ter "um propósito único e claro para os utilizadores", o que não faz lá muito sentido... pois esta é uma extensão com um propósito bem claro.

Caso a Google não mude de posição a alternativa é instalar o AdNauseam manualmente, sendo para isso necessário activar o modo de developer no Chrome.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]