2017/02/10

Sensor da Panasonic promete filmagens "no escuro"


Se no outro dia falamos de um novo sensor da Sony capaz de gravar vídeo Full HD a 960fps, hoje falamos de um da Panasonic que promete captar imagens de qualidade até quando a luz desaparece.

Sensores de imagem capazes de funcionar no espectro infra-vermelho não são novos, e na verdade podemos encontrá-los em praticamente qualquer câmara de vigilância. O problema é que ao se utilizar um sensor sensível ao espectro infra-vermelho passa a ser necessário utilizar um filtro que elimine essa espectro quando queremos usar a câmara durante o dia ou em situações de boa iluminação, pois de outra forma a cores serão afectadas adversamente. Esse filtro implica normalmente um sistema de operação mecânico que o coloca/remove em frente ao sensor (algo que pode ser ouvido em muitas câmaras de vigilância quando se comuta entre os modos diurno/nocturno).

O avanço deste novo sensor da Panasonic é que esse mesmo efeito passa a ser conseguido electricamente no próprio sensor de imagem, dispensando um filtro mecânico, e permitindo a optimização da imagem frame a frame, sem dependência de partes móveis.



O resultado prático é um sensor que poderá captar imagens a cores de alta qualidade durante o dia, mas disponibilizar sensibilidade acrescida sempre que for necessário melhorar a luminosidade da imagem.

Numa primeira fase é de prever que este tipo de sensor seja direccionado para aplicações industriais e áreas específicas (câmaras de vigilância, câmaras automóveis, etc.) mas considerando o interesse que há pelo melhoramento das imagens em situações de baixa luminosidade nos smartphones, é possível que estas melhorias também se venham a fazer sentir em produtos comerciais mais próximos dos utilizadores finais.


Por mim, fico à espera de um sensor Ultra HD 8K a 1000fps, com capacidade de visão nocturna e visão térmica, e já agora com uma lente zoom de 0.1 a 1000x a acompanhar. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]