2017/02/13

Verizon volta a apostar nos planos "ilimitados" (com limites)


Quando se pensava que os operadores já tivessem aprendido a lição quando à oferta enganadora de tráfego "ilimitado", eis que nos relembram que há razão para o ditado "burro velho não aprende".

Nos EUA a Verizon vai reactivar os seus planos ilimitados, depois de nos últimos anos ter literalmente forçado quem se mantinha nesses planos a mudar-se para outros planos com limites. Só que, tal como seria de esperar, estes planos ilimitados, de "ilimitado" nada têm.

A Verizon vai disponibilizar o tarifário Verizon Unlimited (por $80/mês) com dados, chamadas e SMS ilimitados. Só que se pretenderem dar um uso verdadeiramente intensivo (e quem estiver disposto a pagar por isto, certamente o fará) vão descobrir que o ilimitado rapidamente bate num limite de utilização aos 22GB, em que os dados passam a ter velocidade reduzida, inviabilizando a sua utilização para algo mais  que ver o email ou o Twitter (sem muitas imagens).

Porque motivo é assim tão complicado para um operador anunciar um tarifário como tendo literaçmente 22GB de dados e dados extra a velocidades reduzidas? Será que ainda têm esperança de redefinir o significado de "ilimitado" à sua vontade e medida? É que ainda por cima, para um tarifário que permite oficialmente a sua utilização como hotspot, 22GB nem se revelam nada de especial... Ora vejam quanto é que o download de alguns jogos ou o streaming de alguns filme do Netflix em 4K irão gastar ao final do mês.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]