2017/03/28

Apple lança iOS 10.3 com APFS


A Apple já disponibilizou a mais recente versão do iOS, cuja maior alteração não será directamente visível pelos utilizadores, a conversão do sistema de ficheiros do velhinho HFS+ para o novo APFS.

Estamos tão habituados a olhar para os produtos de "nova tecnologia" que por vezes nem nos lembramos que grande parte deles assenta em tecnologia que já conta com muitas dezenas de anos. É o caso dos sistemas de ficheiros utilizados, como o HFS+ (Hierarchical File System) utilizado pela Apple no IOS, cujas origens remontam a mais de 30 anos atrás e foi criado numa altura em que só se pensava nos discos rotativos magnéticos.

Hoje em dia, com os SSDs e as memórias flash, os pressupostos são completamente diferentes, e faz todo o sentido utilizar algo que tenha sido criado com isso em mente, para além de todas as novas preocupações de segurança; e é isso que faz o novo APFS (Apple File System). Com o APFS as operações com ficheiros deverão ser mais rápidas e eficientes, e operações como snapshots do sistema ou ficheiros passam a ser geridos de forma nativa. Um efeito secundário que se poderá fazer sentir é a apresentação de mais espaço livre, devido à forma como o APFS gere o espaço disponível.

Não é todos os dias que uma empresa se arrisca a fazer uma conversão do sistema de ficheiros em dezenas ou centenas de milhões de dispositivos, mas o facto de o fazer demonstra bem a confiança que a Apple tem no seu iOS 10.3 - e até ao momento não têm surgido relatos de problemas, que é precisamente o que se deseja.

7 comentários:

  1. Produto muito avançado o APFS, ao que parece. Para já é o iPhone/iPad (ou seja, o iOS) a receber, ainda sem todas as funcionalidades, para alargar aos restantes equipamentos. O seu desenvolvimento demorou, mas fazer automaticamente a alteração do sistema de ficheiros dos equipamentos -sem problemas, a esta escala é obra. Não é impossível que a Apple o torne open source.
    http://m.imore.com/apple-file-system-apfs-and-what-you-need-know

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Apple já anunciou que vai ser open source, o HFS+ já o era.

      Eliminar
    2. Do que li, não vi anunciado.
      De facto é um erro pensar que a Apple não contribui para o open source, porque contribui bastante, mas não é sempre [ou é open source mas não é gratuito para empresas, o que não acho mal, desde que o preço seja em conta].

      Eliminar
  2. Bem sei que a principal melhoria é (ou parece ser) o APFS. Mas há bastantes mais coisas, salientando uma sobre uma nova API para comentários e respostas na App Store. A API permite:
    - Enviar um comentário sem ter que abandonar a app
    - O developer pode responder. Pelos vistos era um dos aspetos mais solicitados pelo developer
    - Quem fez o comentário é notificado e pode responder.
    Parece-me um sistema francamente melhor. Já vi comentários que estão totalmente errados porque o utilizador não percebeu como funciona a app, mas quem não souber fica condicionado e pensa que é assim. Se os comentários forem muitos, enfim, ainda dá para fazer uma "média" das apreciações e fica com uma ideia. Em apps novas, com poucos comentários, não. Acho que o developer poder dar uma resposta e explicar é positivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... o developer responder publicamente, ao comentário na App Store

      Eliminar
  3. Estive a brincar um pouco com o APFS no MacOS. O APFS é tipo um 'Container' em que podes criar vários volumes e partilha o espaço disponivel entre volumes. Ao efectuar uma copia (duplicação) de um ficheiro o espaço ocupado fica o mesmo. Se efectuar essa duplicação de um ficheiro com um tamanho de por ex. 4.7GB em HFS+, demora-me cerca de 30 segundos a criar. No entanto em APFS é instantâneo. Estes testes foram efectuados em 2 SSD's identicos (mesma marca e modelo, um com sistema de ficheiros HFS+ e o outro APFS) conectados por USB3.
    Estou desejando que apareça a versão final no MacOS

    ResponderEliminar

[pub]